William Bonner pede para sair da Globo. Um “lixo” a menos

William Bonner estaria se preparando para deixar o posto de âncora e editor-chefe do Jornal Nacional. De acordo com informações divulgadas pelo programa A Tarde é Sua, da RedeTV!, ele já comunicou aos diretores da Globo que deixará suas funções na emissora até agosto de 2022, sem descartar a possibilidade de se afastar ainda no final de 2021, muito provavelmente no mês de dezembro. A revista eletrônica afirmou que o jornalista planeja sair do Brasil e, posteriormente, fazer investimentos em plataformas de internet.

O ex-marido de Fátima Bernardes completará 25 anos na bancada do telejornal mais assistido do país em abril. Ele estreou na função em abril de 1996, e se tornou editor-chefe três anos depois, em 1999. De lá pra cá, ele já dividiu a bancada do noticiário com Lilian Witte Fibe, Patrícia Poeta e Renata Vasconcellos, além de sua ex-mulher, que ficou na apresentação até 2011, quando migrou para o Entretenimento da Globo.

Ainda de acordo com as informações dadas por Alessandro Lo-Bianco, integrante de A Tarde é Sua, William Bonner já havia demonstrado sua vontade de deixar a Globo e o Jornal Nacional anteriormente. A emissora, porém, havia pedido para que ele esperasse mais algum tempo, pois ainda não havia planejado um sucessor para as suas funções. Ele aceitou, porém, teria exigido que o seu último contrato tivesse cláusulas que previssem um distrato amigável ao final de determinado período — que seria justamente entre dezembro de 2021 e agosto de 2022.

Nos bastidores da Globo, o nome mais cotado para ocupar as funções é o de César Tralli. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias

Sem sintonia, mas com vaia

Enquanto o prefeito de Caicó Robson ‘Batata’ Araújo, amargou uma vaia hoje no Complexo Turístico Ilha de Santana, o vice-prefeito Marcos do Manhoso cumpria o seu

Leia Mais