Vereadora escapa de processo por decoro parlamentar em Florânia

marcia de titi nobreA Câmara de Florânia pretendia abrir sindicância, através do Conselho de Ética, para apurar denúncia de decoro parlamentar contra Márcia Nobre (DEM).

Só para lembrar: a vereadora teria agido de forma truculenta durante a discussão do seu projeto, autorizando o nepotismo no município, que teria como beneficiado o seu esposo, o médico Titi Nobre.   

A representação partiu do presidente Geovani Cruz (PSB), mas uma liminar judicial impediu a continuidade dos trabalhos na Comissão de Ética. A Mesa Diretora vai recorrer da decisão.

2 respostas

  1. A MESA VAI RECORRER MAIS NÃO GANHA NINGUEM PODE MAIS QUE A JUSTIÇA, GEOVANI SÓ PODE TA LÉLÉ DA CUCA PARECE QUE ESQUECEU QUE A CORDA SÓ REBENTA DO LADO MAIS FRACO, TOME CUIDADO DEPOIS DIGA QUE EU NÃO TE .AVIZEI…….

  2. Quem diria!!!
    Geovani da Cruz, o competentíssimo Presidente da Câmara de Florânia, pôs em andamento um Processo de Sindicância com falhas de tramitação e com falta de legitimidade pessoal para impetração e corrimento.
    Tá certo, ele deverá ler o R.I.C. e a L.O.M. por inteiro novamente e o Código de Ética que ELE MESMO ELABOROU para depois ver se consegue realmente suspender a vereadora dona Márcia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2023
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias