Unidades de produção geram 1.800 empregos diretos no Seridó

Das 50 unidades de produção, as chamadas facções, existentes no Seridó, 26 delas são ligadas a Associação Seridoense de Confecções, através dos seus 18 empresários constituídos. Em 2011 os investimentos no setor com máquinas, instalações, climatizadores e móveis foram de pouco mais de 992 mil reais, e a oferta de emprego aumentou 35% do primeiro para a segundo semestre, fechando o ano com uma folha salarial de meio milhão de reais, somente nas facções associadas. 

As facções estão presentes atualmente em 11 municípios da região: Cerro Corá (04), Acari (6), Cruzeta (5), São José do Seridó (11), Jardim do Seridó (14), São Fernando (02), Timbaúba dos Batistas (1), Ouro Branco (1), Parelhas (4), Santana do Seridó (1), Caicó (1). Juntas, empregam 1800 empregos diretos, responsável por um capital mensal de 1 milhão e 750 mil reais, se houver um abastecimento constante das empresas parceiras.

Reunião com a governadora

Em busca de melhorias para o setor de confecções do Seridó, empresários da Associação Seridoense de Confecções se reuniram, nesta segunda-feira (26) com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), na governadoria em Natal. A audiência foi marcada pelo deputado federal João Maia (PR), depois de ter abraçado a luta dos empresários, preocupados com a queda de abastecimentos de matéria-prima, das empresas parceiras das facções, como por exemplo, a CIA Hering do Brasil.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias