UFRN é 1ª universidade mais empreendedora entre quatro regiões do país

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi premiada nesta quarta-feira, 8, como a sexta colocada na 4ª edição do Ranking de Universidades Empreendedoras, organizado pela Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior). Esse foi o melhor desempenho da UFRN no ranking, que coloca a instituição em 1º lugar entre as universidades do Norte, Nordeste, Sul e Centro-Oeste. A sessão solene de lançamento aconteceu na Câmara dos Deputados, em Brasília, e contou com a presença do reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo.

A edição 2021 recebeu a colaboração de 126 universidades e mais de 24 mil alunos consultados, cuja participação permitiu o diagnóstico do cenário das universidades brasileiras durante o ano de 2020. Promovido desde 2016, o Ranking de Universidades Empreendedoras surgiu com o objetivo de “proporcionar evidências para a educação superior, através da coleta de percepções dos estudantes e da análise de dados das próprias instituições de ensino superior, e gerar evolução a partir do retrato gerado”, explica a Brasil Júnior.

O reitor da UFRN, José Daniel Diniz Melo, avalia como uma grande conquista a colocação da UFRN como a sexta universidade empreendedora do Brasil, atrás apenas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Universidade de São Paulo (USP); Universidade Federal de Viçosa (UFV); Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), todas da região Sudeste do país. “Esse resultado comprova que os esforços desenvolvidos nos últimos anos contribuíram efetivamente para fomentar o empreendedorismo na UFRN, com apoio institucional para o fortalecimento das empresas juniores”, comemora.

Atualmente, a UFRN dispõe de 35 empresas juniores, que atuam sob orientação de aproximadamente 40 professores-tutores. De acordo com o coordenador da Central de Empresas Juniores da Pró-Reitoria de Extensão da UFRN (Proex), Kleber Cavalcante de Souza, o destaque no ranking é fruto do trabalho realizado desde 2019, quando foi desenvolvido um plano de trabalho para melhorar o relacionamento institucional com as empresas juniores e dar mais visibilidade a elas, além de oferecer o melhor acompanhamento dos processos relativos às atividades acadêmicas e de formação empreendedora.

“Criamos o protocolo de reuniões periódicas com os tutores e implementamos ações de capacitação, assim como apoiamos o relacionamento com o mercado. Também disponibilizamos uma sala no Centro de Convivência da UFRN, para proporcionar visibilidade e atendimento de qualidade aos clientes”, destacou o coordenador. Outras ações implementadas foram a criação de um programa de extensão institucional das empresas juniores e o lançamento de um edital, com o intuito de fomentar e fortalecer o empreendedorismo universitário dentro e fora da UFRN.

O pró-reitor adjunto de Extensão da UFRN, Edvaldo Vasconcelos de Carvalho Filho, complementa que todas as atividades foram desenvolvidas a partir de um esforço coletivo para aproximação, apoio e orientação dos estudantes. “O sexto lugar representa uma grande vitória para nós, que contamos com a avaliação positiva dos alunos consultados pela Brasil Júnior. Agora vamos analisar onde podemos fazer melhorias para ficarmos entre as três primeiras no ranking de 2022. Essa é a nossa meta”, afirmou.

Mais informações sobre o empreendedorismo na UFRN podem ser obtidas no Instagram da Central de Empresas Juniores.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

dezembro 2022
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias