TSE pode enviar força federal para eleições no Amapá

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TRE), ministro Ricardo Lewandowski, disse hoje (20), em viagem ao Amapá, que a corte pode enviar forças federais para garantir a normalidade das eleições no estado, caso a medida seja requisitada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP).

Recentemente, 18 pessoas ligadas ao governo do estado, entre elas o governador Pedro Paulo Dias (PP) e o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Júlio Miranda, foram presas após ação da Polícia Federal. Elas foram acusadas de desvios de verbas do estado e da União.

“O presidente do TRE-AP e o corregedor avaliarão a necessidade de ter o apoio de forças federais no estado. E, se for o caso, esse auxílio será requisitado ao TSE [Tribunal Superior Eleitoral], que apreciará o pedido”, disse Lewandowski.

Apesar do clima de instabilidade política no estado, o presidente do TRE afirmou que “essa foi uma visita institucional. É o 16º estado que eu visito e pude verificar que a situação está sob pleno controle das autoridades judiciárias eleitorais locais, e que as eleições transcorrerão normalmente”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

O “pé” de João Maia

Uma torção em um dos pés deixou o deputado federal João Maia (PL) de fora da recepção ao presidente Jair Bolsonaro ontem (21) em Mossoró

Leia Mais