Tragédia com ônibus da Guanabara deixa sete mortos na Paraíba

O acidente envolvendo uma Scania e um ônibus da empresa Guanabara foi registrado por volta das 5h deste sábado na BR 230 em Sousa.

Conforme informações, o condutor do ônibus que seguia, sentido Aparecida a Sousa, provavelmente cochilou vindo a invadir a pista contrária, vindo a colidir com a Scania que seguia sentido oposto, sete pessoas morreram na hora, várias foram encaminhadas para o Hospital de Sousa.

Lista oficial das vítimas

1. O motorista do ônibus Aderaldo Fernandes da Silva, de 65 anos

2. Maria Aparecida Pedrosa dos Santos, de 14 anos (Sousa-PB)

3. Leandro Gomes dos Santos, de 13 anos (Sousa-PB)

4. Caio Dantas, 19 anos, estudante de Medicina (Sousa-PB)

5. Analice Moreira (Vieirópolis-PB)

6. Antônio Antunes Filho, de 63 anos (Vieirópolis-PB)

7. Mariana Diógenes Moreira, de 31 anos (Cajazeiras-PB)

2 respostas

  1. Primeiro gostaria de lamentar profundamente a morte de Caio Pedrosa, meu colega de universidade…Segundo: Quem será o responsável por essas mortes???A Guanabara, empresa onde ocorreram pelo menos 03 acidentes graves do ano passado para cá.Será que são apenas fatalidades? Ou falta de gestão.A PRF, pois há quase dois anos viajo todo final de semana por esta BR e nunca, digo sem medo, NUNCA vi um carro ser fiscalizado pela PRF no posto de Pombal bem próximo do acidente.São veraneios transportando passageiros sem nenhuma segurança, animais na pista dentre outras irregularidades.Até quando meu Deus vamos culpar o motorista??? E deixar impunes essa corja que há anos rouba o nosso país.

  2. Mais uma vez, a história se repete. Sono, excesso de trabalho e morte. Tudo isso poderia ser evitado se não fosse a ganância dos donos de empresas, que pagam ao motorista míseros 1.260 reais, para que eles arrisquem sua vida e dos outros. Apos 8 á 10 horas trabalhadas durante a noite, chega-se ao destino, onde terá apenas 17 horas para recuperar o sono perdido, como afirma a empresa, dizendo que isso é uma folga, onde só se faz dormir para tentar chegar vivo em sua casa! Para tentar evitar tragédias como essa, as empresas deveriam voltar a adotar o sistema de dois motoristas por viajem, mas isso custa caro. Outra medida seria quem trabalhasse durante uma noite, não deveria trabalhar na noite seguinte, o que custa mais caro ainda, mas não tão caro como a vida das pessoas que morrem nesses acidentes. Tem uma tal de ANTT que não serve para nada, por que não tem autoridade nessas empresas, que na maioria são de políticos ou dos amigos deles, sendo assim, os empresários fazem o que querem.
    Quem puder tome providências para que isso não volte a acontecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

outubro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Sem penhora

O imóvel de residência familiar é impenhorável já que a proteção ao imóvel destinado a residência da família está prevista da Constituição Federal. Assim decidiu

Leia Mais