Trabalhadores terceirizados da saúde do RN pedem à Procuradoria do Trabalho que interceda por eles

Os trabalhadores terceirizados das empresas Safe e JMT que prestam serviço à Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) participam de uma audiência nesta terça-feira (10/07) a partir das 15h na Procuradoria Regional do Trabalho. O objetivo é tentar resolver os atrasos de salários e o pagamento de outros benefícios que os funcionários vem tendo para receber. Há lugares do RN em que alguns trabalhadores já estão há quatro meses sem receber.

A empresa Safe possui contrato com a Sesap referente aos grande hospitais de Natal como Walfredo Gurgel e Santa Catarina; já a JMT é responsável pelos hospitais regionais e o Samu Metropolitano. As empresas são responsáveis pela mão de obra dos setores de limpeza, nutrição e também por maqueiros e alguns motoristas.

As empresas alegam que os atrasos devem-se a falta de capital de giro causado por dívidas que o estado mantém com ela referentes ainda a 2010. Em Caicó trabalhadores já cruzaram os braços. Muitos funcionários que atuam nos hospitais de Mossoró prometem estar presentes na reunião desta terça-feira.

Da Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

O perigo do uso dos energéticos

O energético Monster Energy, que está sendo investigado pela agência Food and Drug Administration (FDA), encarregada de regular alimentos e remédios nos EUA, após a

Leia Mais