Tesoureira do PT chama Israel de “assassino” e diz que “não merece ser um Estado”

A secretária Nacional de Planejamento e Finanças (tesoureira) do PT, Gleide Andrade, chamou Israel de “assassino” e “vergonha para a humanidade” e disse que o país “não merece ser um Estado“ em postagens nas suas redes sociais, informa o Painel da Folha.

A tesoureira foi nomeada por Lula em junho para o conselho de Itaipu, no qual recebe R$ 37 mil mensais, fora os benefícios. Na semana passada, o presidente da EBC, Hélio Doyle, caiu depois de reproduzir no X, ex-Twitter, um post em que os apoiadores de Israel eram chamados de “idiotas”.

“Intolerância, covardia e execução do povo palestino. O Estado de Israel é uma vergonha para a humanidade, quem mata criança não merece respeito, não merece ser um Estado”, escreveu Gleide no X.

Em outra mensagem, a tesoureira comentou a participação do Brasil na Cúpula da Paz no Oriente Médio com a frase: “Basta deste genocídio. É um crime tantas crianças palestinas mortas e órfãs. Basta do Estado de Israel, assassino!”.

Ouvida pelo jornal paulistano, Gleide Andrade alegou que sua mensagem foi “em defesa da vida” e que “não há justificativa para matar crianças de nenhum dos lados”.

Trata-se, obviamente, de uma defesa muito seletiva. Não se sabe de nenhuma manifestação nas redes da tesoureira do PT contra os estupros de mulheres e os assassinatos de bebês, crianças e meninas com autismo e paralisia cerebral, todos israelenses, por parte dos terroristas do Hamas.

O Antagonista

2 respostas

  1. Essas expressões já conhecidas, dê quem mais poderia vir esses tipos de linguajar, são eles os defensores de todos os tipos de ações que envergonham a todos nós …. lamentável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias