Etiqueta: sistema penitenciário

Sistema Penitenciário tem que ser tratado com mais segurança

prisaoParece incoerência dizer que “o Sistema Prisional precisa de mais segurança”, mas não é. Uma revista realizada na segunda-feira (12) encontrou drogas, aparelhos celulares e acessórios, além de facas artesanais no Presídio Estadual de Alcaçuz. Esses celulares não eram usados para falar com familiares ou bobagens para o mundo externo, e sim para comandar ações criminosas de dentro da unidade.

O poder público precisa ser mais rigoroso no trato com os presos. Infelizmente, o ambiente prisional, é atualmente, dominado e comandado pelas facções criminosas.  O que precisa, é investimento, através de construções de unidades penais modernas, aquisição de aparelhos eletrônicos tipo scanner, viaturas, armamentos, aumento do efetivo, trabalho de inteligência, parceria com as outras forças de segurança e tratar o Agente Penitenciário como um integrante da força de Segurança Pública.

 

Juiz Henrique Baltazar solicita que Walter Alves destine recursos para o sistema penitenciário

juiz walter

O juiz Henrique Baltazar, especialista em processo civil, esteve hoje (22) no gabinete do deputado Walter Alves, solicitando que a PEC da segurança de autoria do parlamentar que está tramitando na Casa e quando aprovada vai destinar 9,5% do orçamento do estado para segurança pública, contemple também o sistema penitenciário.

“O sistema penitenciário vive em dificuldades estruturais e de pessoal. É importante que essa PEC seja aprovada para melhorar a segurança pública do RN, mas é fundamental que o sistema penitenciário também seja favorecido, já que também faz parte da segurança pública”, explicou o juiz Henrique Baltazar.

Walter se comprometeu a conversar com os membros da comissão especial da Assembleia que analisam a PEC da Segurança e vai sugerir que os deputados coloquem uma emenda com as sugestões do juiz.

De acordo com a PEC o governo do Estado ficará obrigado a aumentar os gastos com segurança. Serão mais 200 milhões para as polícias Civil e Militar, bombeiros e para o Itep. Além de obrigar o investimento, a PEC possibilitará para a segurança do RN, condições de contratar mais efetivo e equipamentos de segurança. O estava acompanhado da promotora de justiça Luciana Assunção.

Sistema penitenciário precisa de providências urgentes para solução dos seus problemas

sistema carcerario

Com base em dados apresentados pelos debatedores na audiência pública realizada no início da noite desta segunda feira (10) na Assembleia Legislativa, para discutir o “Sistema Penitenciário: Soluções Possíveis e Urgentes para as Demandas do RN” ficou claro que providências urgentes devem ser tomadas para resolver os problemas do setor.

As colocações evidenciaram que falta planejamento no sistema e que o Estado, independentemente de quem esteja no governo, precisa conduzir bem a política para que o sistema carcerário possa dar uma resposta à sociedade. “O sistema está completamente falido. Os resultados dessa audiência vão ser levados ao plenário da Assembleia Legislativa para que eles ganhem a força que precisam para a resolução ou minimização dos problemas”, afirmou o deputado Kelps Lima (PR) um dos propositores do debate ao lado do deputado Hermano Morais (PMDB).

De acordo com o secretário de Justiça e Cidadania, Júlio César Queiroz o sistema penitenciário conta com 6.400 presos para uma estrutura que só acomoda 4.200, havendo um déficit de 2.200 vagas. Ele apresentou um plano com medidas que vão abrir novas vagas, aliviando o problema da superlotação carcerária.

Entre os outros problemas levantados foram destacados que os presídios são velhos e sem segurança e que falta funcionários. “O quadro de agentes penitenciários é insuficiente para se ter um sistema penitenciário funcionando bem. Tem agentes prisionais no trabalho externo e policiais cuidando dos presidiários. Os diretores dos presídios não são treinados adequadamente. Administrar não é tão fácil. O sistema precisa auditar o que ocorre. Por que em alguns presídios acontecem tantas fugas? O pessoal trabalha amadoristicamente. É preciso profissionalizar esse pessoal”, afirmou o juiz de execuções penais Henrique Baltazar.

Participaram também das discussões, representantes do Tribunal de Justiça; Ministério Público; Ordem dos Advogados do Brasil; da Pastoral Carcerária; Agentes Penitenciários. Pastoral Carcerária, Conselho Estadual de Direitos Humanos e Conselho Penitenciário.

Ao final da audiência, o deputado Hermano Morais disse que ia ser elaborado um documento para encaminhar à governadora Rosalba Ciarlini e ao secretário de Justiça e Cidadania, Júlio César Queiroz, contendo sugestões para solução dos problemas, a partir do que foi discutido.

Posts Recentes

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias

Eduardo Cunha resolveu delatar

A defesa de Eduardo Cunha avisou à PGR que ele, enfim, vai delatar. Os advogados saíram da reunião com os procuradores dizendo que agora começarão a colher

Leia Mais

Coronel Araújo na telinha

Atualmente coordenando a segurança Assembleia Legislativa, o ex-comandante da PM, coronel Francisco Araújo, teria sido convidado a ser comentarista de segurança pública numa emissora de

Leia Mais

É o presidiário, estúpido!

Fernando Haddad empacou nas pesquisas porque a única proposta que ele soube apresentar aos eleitores foi tirar da cadeia o criminoso condenado pela Lava Jato.

Leia Mais