Penso, logo existo...

Tag: quando

“O ódio, quando você planta, você colhe”, diz Dilma Louca sobre atentado a Bolsonaro

Ao comentar o atentado a faca contra Jair Bolsonaro (PSL), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) disse que “o ódio, quando você planta, você colhe tempestade”. Candidata ao Senado por Minas, Dilma afirmou achar “lamentável” o ataque, mas emendou: “Agora, incentivar o ódio cria esse tipo de atitude. Você não pode falar que vai matar ninguém, não pode falar isso”. Na segunda-feira, 3, seu partido acionou o STF (Supremo Tribunal Federal) contra Bolsonaro, argumentando que houve injúria eleitoral e incitação ao crime após um vídeo em que o candidato defende “fuzilar a petralhada”. “Agora, quem fez isso não pode ficar impune”, disse Dilma após visitar o ex-presidente Lula, preso em Curitiba. “Tem que servir de exemplo pra que ninguém faça isso com um candidato.”

colhe, Dilma, louca, planta, quando

O jogo só termina quando acaba

Ainda estamos no primeiro tempo da eleição para o governo do Estado e para o Senado no Rio Grande do Norte. Não tem ninguém eleito não! Até agora a preferência é de: Nenhum, Não sabe e Indeciso. No segundo tempo vamos observar quem está jogando melhor. Para o governo, a vantagem hoje é de Fátima Bezerra. Mas, pode mudar sim! Para o senado anda tudo embolado. A decisão é só quando o jogo termina.

acaba, quando, termina

Intenção de voto diminui quando candidatos fogem de debates

Uma pesquisa de opinião pública divulgada nesta quinta-feira (2/8) pelo Instituto Paraná Pesquisas, revela que para 49,8% da população brasileira, o fato de um candidato não participar de debates eleitorais diminui a intenção em votar nele. Deste total, 50,5% são mulheres, com idades entre 16 e 24 anos e possuem graduação no ensino superior. Economicamente ativas, são maioria nas regões sul e nordeste. Já para 46,2% dos eleitores, esse fato não altera a percepção ou intenção de voto. Deste total a maioria dos votos é masculino, representando 47%,8%. São homens moradores da região norte e centro-oeste, que possuem entre 45 a 59 anos. Economicamente ativos, o grupo possui graduação no ensino médio.

candidatos, debates, diminui, fogem, inten, quando

Rodrigo Maia e Eunicio sempre saem pela tangente quando Temer viaja

Desde abril, sempre que o presidente Michel Temer viaja para o exterior, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), também programam agendas fora do país. O motivo é eleitoral: Maia e Eunício não querem correr o risco de serem impedidos de disputar as eleições em outubro. Informados pelo Palácio do Planalto da presença de Temer na reunião do Mercosul realizada nesta segunda-feira (18) no Paraguai, Maia e Eunício acertaram compromissos em Portugal e na Argentina, respectivamente. Temer viaja para o Paraguai na segunda-feira pela manhã e retorna ao Brasil no mesmo dia à noite. Eunício e Maia têm previsão de deixarem o país já no fim de semana.

eunicio, quando, rodrigo, sempre, tangente, Temer, viaja

Quando a irresponsabilidade leva um país ao colapso

Farmácias sem remédios, postos de saúde sem vacinas, mercados sem comida. Ameaça de falta d’água no Rio e suspensão da coleta de lixo em São Paulo. Os profetas do apocalipse teriam dificuldade de prever o que acontece no Brasil neste fim de maio de 2018. Em apenas quatro dias, o país chegou à iminência de um colapso. A crise de desabastecimento não foi provocada por uma mera greve de caminhoneiros. Há participação explícita de grandes empresários de transportes na paralisação. Greve apoiada por patrões não é greve, é locaute. Nem sempre se limita a buscar vantagens financeiras. Pode embutir outros fins, como desestabilizar governos e tumultuar eleições. O movimento estimula oportunismos de todos os tipos. Donos de postos achacam motoristas em pânico. Parte da oposição festeja o caos. A direita amalucada volta a pedir “intervenção militar”, um eufemismo rasteiro para golpe. O Congresso reagiu com a irresponsabilidade que se espera dele. Senadores sumiram de Brasília na manhã de quinta, com medo de ficarem sem voos para a folga do fim de semana. Deputados ignoraram um erro grosseiro de cálculo, superior a R$ 10 bilhões, ao aprovarem a redução de impostos sobre a gasolina.

colapso, irresponsabilidade, quando

Continue lendo

Quando o humor jornalístico retrata a realidade…rsrsrs

Quando um programa de humor imitando cenário jornalístico retrata a realidade mais dignamente que grande parte da mídia que compõe o sistema:

humor, jornalistico, quando, realidade, retrata, rsrsrs

DEM questiona TSE se Maia pode assumir Planalto quando Temer sair do país

O DEM apresentou nesta quarta-feira (25) uma consulta ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para saber se o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pode assumir o Palácio do Planalto quando o atual titular da Presidência da República, Michel Temer, deixar o país ou se é preciso que ele também se ausente do Brasil. Como Temer não tem vice, Maia é o primeiro na linha sucessória. No entanto, a lei eleitoral determina que quem assume a Presidência da República seis meses antes das eleições se torna automaticamente inelegível.

assumir, Planalto, quando, questiona, Temer

Kelps propõe PEC que proíbe pagamento a chefes de poderes quando funcionalismo estiver atrasado

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) registrou durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (18), a apresentação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC), de sua autoria, que proíbe governador, deputados estaduais e chefe do Poder Judiciário, Procurador Geral de Justiça (MP) e Presidente do Tribunal de Contas de receber salário em dia quando os vencimentos dos servidores públicos estiverem atrasados. “Diante da crise de janeiro, me comprometi em apresentar essa PEC. A Proposta leva os Poderes a terem um controle fiscalizador mais presente nas administrações, evitando a falência do Estado. Se tivéssemos sido mais rigorosos, não teríamos chegado a esse ponto”, disse Kelps Lima. O parlamentar chamou a atenção para a necessidade de ampliar a discussão em torno da fiscalização dos gastos públicos. Durante a sessão, Kelps foi aparteado pelos deputados Nélter Queiroz (MDB), Carlos Augusto Maia (PCdoB) e Galeno Torquato (PSD), que subscreveram a Proposta de Emenda Constitucional. O deputado José Dias (PSDB) também aparteou e reforçou que, diante da situação do Estado, já pediu a suspensão de pagamento de seus subsídios. “Existem pessoas que estão passando necessidade. Precisamos nos unir para resolver o problema da falência do Rio Grande do Norte”.

chefes, funcionalismo, kelps, Pagamento, poderes, proibe, quando

Genética pode prever quando você vai perder a virgindade

“Não apresse as coisas.” “Ainda não rolou?” Essas são frases comuns na vida de quem ainda é virgem. Geralmente elas são acompanhadas de alguém dando o velho conselho “calma, a gente nunca sabe a hora que essas coisas vão acontecer”. Bom, eles que digam por si mesmos, porque seu DNA carrega fortes indícios de quando sua primeira vez vai acontecer. Isso é o que dizem autores de um estudo publicado na revista Nature. De acordo com eles, o prazo de validade da sua virgindade está nos seus genes. Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores analisaram os genes de 125 mil ingleses, de ambos os sexos, e de 240 mil homens islandeses e 20 mil mulheres americanas. Com essa base de dados, chegaram à conclusão de que 38 marcas genéticas estão relacionadas com a virgindade (ou a ausência dela). Isso ocorre porque essas marcas tendem a mostrar quando a pessoa irá entrar na puberdade, e, consequentemente, o início da vida sexual. As marcações também apontam indícios comportamentais das pessoas estudadas. Cientistas perceberam que algumas dessas marcas estão ligadas a indivíduos que correm mais riscos. Na prática, isso acaba influenciando o início da vida sexual. Claro que isso não determina exatamente quando você vai perder a virgindade. É só um indicativo de quando a natureza quer que isso role na sua vida. “Fomos capazes de calcular, pela primeira vez, que há um fator hereditário relacionado à primeira relação sexual” , afirmou ao The Guardian John Perry, especialista em reprodução da Universidade de Cambridge. Os pesquisadores apontam que, no futuro, o estudo poderá ajudar a determinar qual a hora certa para as aulas de educação sexual. SUPER INTERESSANTE

genetica, perder, prever, quando, virgindade

A ressaca é mais forte quando se mistura diferentes tipos de bebidas?

Há vários mitos sobre a melhor forma de beber álcool para evitar, ou ao menos minimizar, uma ressaca. Quão confiáveis são essas crenças populares? Há evidências de que misturar vinho e cerveja piora a ressaca no dia seguinte? É verdade que não podemos misturar? Infelizmente, as evidências científicas não dão suporte para esse tipo de estratégia. Como regra geral, quanto mais álcool você beber, pior será sua ressaca no dia seguinte. A não ser, é claro, que você seja uma das pessoas sortudas que não sofrem de ressaca, o que existe comprovadamente de acordo com alguns estudos recentes, ainda que não se saiba o motivo para isso. Há dois principais “ingredientes” para uma ressaca severa: beber muito álcool e beber muito rápido. A mesma quantidade de álcool, porém, nem sempre resulta na mesma severidade da ressaca. Sabe-se que misturar bebidas ou tomar coquetéis pode levá-lo a consumir mais álcool – e isso pode piorar a sua ressaca. Além disso, alguns drinks parecem ter um efeito posterior pior do que outros.

bebidas, diferentes, forte, mistura, quando, ressaca, tipos

RN ainda não sabe quando terá acesso aos recursos federais para segurança

O Governo do Estado ainda não sabe quando irá recorrer ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sobre a exclusão potiguar da linha de financiamento federal para a segurança pública, com abertura total de R$ 42 bilhões, sendo R$ 30 bilhões para estados e Distrito Federal e outros R$ 10 bilhões para municípios. O Rio Grande do Norte é um dos 20 estados que foram excluídos da seleção para obtenção de empréstimo. A retirada do Rio Grande do Norte da lista foi confirmada pelo BNDES nesta quarta-feira, 14, ao jornal Agora RN. No entanto, esta informação ainda não transmitida de forma oficial, segundo o Governo do Estado. “O Estado não recebeu oficialmente a informação que não será contemplado com recursos federais. E só vai se pronunciar após ser notificado pela instituição”, informou, através de nota oficial. O Rio Grande do Norte solicita, ao todo, R$ 180 milhões para segurança. De acordo com o BNDES, o governo estadual ainda pode regularizar a situação. A instituição aponta, ainda, que não há um prazo definido para modificar a atual condição. Até o momento, o Estado não apresentou garantias financeiras para obter o empréstimo, como aval da União ou a receita de recebíveis do Fundo de Participação de Estados (FPE). O Executivo estadual também apresentou capacidade financeira para honrar o pagamento do empréstimo. Segundo o BNDES, o financiamento só poderá ser utilizado com investimentos como a criação de sistemas de inteligência e programas de reequipamento das polícias, incluindo compra de armamento. O prazo para pagamento da dívida do financiamento será de oito anos, com dois anos de carência. A instituição financeira não pode financiar são despesas de custeio regular, tais como combustíveis e folha salarial. Até o momento, os únicos estados aprovados Santa Catarina, Espírito Santo, Ceará, Pará, Paraná, Rondônia e São Paulo. A linha de crédito foi anunciada na semana passada, pelo presidente Michel Temer, em reunião com governadores no Palácio do Planalto. Ainda de acordo com o banco, os demais estados ainda precisariam obter um aval da União ou tentar acessar os recursos através de uma operação indireta com agentes do sistema financeiro tradicional, como bancos públicos e privados. Nesse último caso, a análise e aprovação do crédito, bem como seu risco e ainda o valor do spread bancário, serão de responsabilidade da instituição, e não do BNDES.

acesso, ainda, federais, quando, recursos, seguran

Varejo usa exemplo do RN para justificar quando não deve investir

Antonio Carlos Pipponzi (presidente do Instituto para Desenvolvimento do Varejo) concedeu entrevista à Folha neste domingo para falar de economia e política num geral. Ao analisar expansões no Brasil, foi indagado sobre como a violência afeta os negócios. E foi taxativo, revelando que há ainda mais cautela antes de investir em territórios arenosos. “A gente tem de fazer um desabafo. Passamos situações complicadas no Rio de Janeiro, no Espírito Santo, na Bahia e no Rio Grande do Norte, como fechar as lojas mais cedo. Sofremos com as greves de polícia. O que acontece quando o Estado não controla a segurança? O comércio tem que fechar as portas”, disse ele.

exemplo, investir, justificar, quando, varejo

Luciano Huck usa bom senso quando o assunto é eleição

Luciano Huck decidiu. O apresentador confirmou à coluna da jornalista Sonia Racy na tarde de quinta-feira, 15, que não será candidato à Presidência da República. “Não serei candidato mas não quero falar mais sobre o assunto agora. Preciso digerir a decisão”, disse. Na quinta-feira passada, Huck havia jantado com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Depois do encontro, o tucano afirmou que o apresentador estava “considerando” se lançar na disputa. Àquela altura, movimentos como RenovaBR, Agora!, Vem Pra Rua, Frente Favela Brasil e Livres preparavam um encontro com o apresentador para um “debate sobre a renovação da política nacional”. Na prática, significaria mais um estímulo ao projeto presidencial de Huck.

assunto, luciano, quando, senso

Quando chegará a vez de Aécio e Renan no STF?

Além das ações penais em tramitação no STF, Edson Fachin é relator de vários inquéritos, que constituem uma etapa anterior a elas, registra O Globo. “Por exemplo, há inquéritos sobre os senadores Aécio Neves e Renan Calheiros. Balanço de outubro de 2017 por Fachin indicava a existência de 80 inquéritos com origem na Lava Jato em seu gabinete. De lá para cá, a operação rendeu ainda mais quatro inquéritos na Corte.”

Aécio, chegara, quando, Renan

Quando for preso, Lula terá regalias

A legislação sequer prevê o que acontecerá com as regalias de ex-presidente de Lula, quando ele passar a cumprir sua sentença de 12 anos e 1 mês de cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro. A Lei não prevê o cancelamento de regalias bancadas pelo governo. Até quando no exterior, Lula é acompanhado por assessores pagos pelo governo. Mesmo preso, é provável que ele ainda receba os benefícios.

preso, quando, regalias

Instagram vai dedurar você quando tirar captura de tela das stories

Quando o Instagram copiou descaradamente o Snapchat, eles felizmente se esqueceram de imitar uma coisa: o aviso ao usuário quando alguém captura a tela das stories. Bem, parece que alguém lembrou. Segundo o WABetaInfo, o Instagram está testando um recurso que notifica o usuário quando alguém tira uma captura de tela da sua história. Além disso, segundo o The Next Web, o Instagram está testando stories apenas com texto. É algo semelhante ao que vimos no WhatsApp Status, outro clone do Snapchat. Você pode digitar o que quiser e alterar entre estilos predefinidos, com determinadas fontes e planos de fundo. Também é possível enviar sua própria imagem, que receberá um filtro para destacar o texto.

captura, dedurar, Instagram, quando, stories, tirar

Por que às vezes temos a sensação de cair quando estamos adormecendo?

Todos nós já devemos ter experimentado aqueles movimentos súbitos que o corpo faz quando estamos adormecendo. A sensação é comum e, se combinada com um sonho, pode dar a sensação que você se moveu ou caiu. Quando ela parece parte de um sonho, isso é chamado de incorporação, e mostra a fantástica capacidade de improvisação de nossa mente, explica o neurocientista Tom Stafford, da Universidade de Sheffield, do Reino Unido. A experiência, conhecida como espasmo hípnico, revela o conflito que se passa em nosso cérebro quando “desligamos” para dormir. Uma área do cérebro, conhecida como sistema de ativação reticular, controla funções básicas, como respirar, e nos diz para ficarmos alertas ou não. Outra, o núcleo ventrolateral preóptico, localizado perto do nervo ótico, decide se estamos ou não cansados. À medida que caímos no sono, o sistema reticular abre mão do controle, que é assumido pelo núcleo ventrolateral preóptico. O processo é como a diminuição da luz de um quarto com um interruptor do tipo dimmer, que controla a intensidade da iluminação.

adormecendo, estamos, quando, sensa, temos, vezes

Quando presidente do TJ/RN, Cláudio Santos destinou R$ 5 milhões para a Polícia Militar

Há cerca de um ano, o então presidente do Tribunal de Justiça do RN, desembargador Cláudio Santos celebrava um convênio no valor de R$ 5 milhões, entre o Poder Judiciário e a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED), destinado para a Polícia Militar do Rio Grande do Norte. A solenidade aconteceu na sede da Governadoria. Desse dinheiro, o Governo do Estado utilizou R$ 1,8 milhão para assegurar o pagamento de diárias operacionais de policiais militares, durante a Operação Verão. E essa foi a garantia recebida pelos policiais que se prontificaram a trabalhar durante as suas folgas, pois ao longo daquele ano (2016), o valor pago com as diárias já havia caído drasticamente. O restante foi investido nas compras de armas, viaturas e equipamentos de comunicação. Na ocasião, o Chefe do Executivo comemorou a vinda deste recurso financeiro, pois chegava num momento crucial, haja vista, o início da Operação Verão – 2016/2017. “Agradeço o espírito solidário, cooperativo e de grande visão social de todo o TJ/RN, na pessoa do presidente Cláudio Santos”, enfatizava Robinson Faria na presença do então secretário da SESED, Caio Cesar, entre outras autoridades. O coronel André Azevedo foi o responsável, naquela ocasião, de colocar em prática o rigoroso plano de trabalho. Agora, diante deste caos vivido no RN com a paralisação dos trabalhos dos policiais (civis e militares) em razão da triste realidade enfrentada com os atrasos dos salários, a pergunta que se faz é: Vamos ter Operação Verão? Caso ela ocorra, será que os policiais militares terão a garantia que receberão as suas diárias operacionais? Aguardemos!

claudio, destinou, militar, Polícia, presidente, quando, santos

Carro da Prefeitura vira quando vinha de forró

O pré-candidato a vereador conhecido como Miltão do Hospital sofreu um acidente do Sábado passado para ontem quando vinha do Forró da Casa Velha, uma localidade que fica no município de Timbaúba dos Batistas.

Depois de curtir muito forró, Miltão do Hospital deixou a festa por volta das 3 horas da madrugada. A altura da comunidade “Alto do encapinado? ele virou o carro tipo Fiat Uno que pertence a Fundação Hospitalar Carlindo Dantas, cedido pela Prefeitura Municipal.

O motorista passa bem. O carro ficou imprestável. 

A pergunta é: Que diabo fazia um carro oficial no tal Forró da Casa Velha?

É de f…!

carro, forró, prefeitura, quando, vinha

Em Ouro Branco aliados do prefeito riram quando souberam que ex-prefeito deseja disputar prefeitura

nilton-ouro-branco-custom.JPGOs aliados do atual prefeito de Ouro Branco, Nilton Medeiros, (veja foto) deram boas gargalhadas quando souberam do interesse do ex-prefeito Francisco Lucena de Araújo, em disputar a prefeitura municipal nas eleições do próximo ano. Alguns disseram que a ex-candidata à prefeita na eleição passada, Magui Carneiro, que é sobrinha do ex-prefeito, já tinha sido expulsa do município. Só falta agora agente aposentar o Dr. Araújo, falaram os defensores de Nilton. Para fazer frente ao atual prefeito da cidade, Nilton Medeiros, o nome mais forte é o da professora Eurinete Santos. Pelo menos é o que atestam as pesquisas de opinião pública. O ex-prefeito, Zé Braço, aliado de Nilton Medeiros já entregou os pontos. Não será candidato a prefeito, como desejava. Nilton aplicou-lhe uma chave de rodas. Zé Braço ficou bem quietinho.

aliados, branco, prefeito, quando, riram, souberam

João Maia e Antonio Macaco se entendem quando o interesse é Jardim de Piranhas

joao-maia-sorrindo-custom.JPGDe Jardim de Piranhas vem uma informação maldosa. Ah ! E o blog vai publicar? Vai. Só para que o leitor tenha idéia da dimensão da maldade que existe na política. Em alguns casos, é claro! A informação diz que o deputado federal João Maia (veja foto), que é filho de Jardim de Piranhas, teria usado do seu prestigio pessoal para bloquear em alguns ministérios a vinda de verbas para o município. Com o objetivo de prejudicar a administração do prefeito Antonio Macaco. O prefeito desmente a informação. Em recente viagem que fez a Brasília, ele foi ao gabinete de João Maia, sendo muito bem recebido. Na próxima semana, Antonio Macaco estará retornando a capital federal e, novamente, terá um encontro com João. Os dois se entendem quando os interesses em prol do crescimento de Jardim de Piranhas falarem mais alto. E o deputado federal João Maia, apesar das diferenças políticas locais, não enxerga o exercício do mandato de forma tão mesquinha. Pensa grande, quando pensa em Jardim de Piranhas. O mesmo sentimento é o do prefeito Antonio Macaco. Então, a informação maldosa é publicada neste blog, apenas com o objetivo de fazer com que alguns setores políticos de Jardim de Piranhas não usem desse tipo de artifício para denegrir a imagem de ninguém. Nem a de João Maia, nem a de Antonio Macaco. Ou melhor, seja lá de quem for.

antonio, entendem, interesse, jardim, macaco, quando

Tomara que chova bem muito amanhã. Quando a governadora estiver na Ilha de Santana

Passei agorinha no complexo Turístico Ilha de Santana onde se realiza a Feira de negócios do Seridó. Tudo funcionando bem e tudo bem estruturado. O lamentável é mesmo o lamaçal. A reclamação dos visitantes é uma só. Se não fosse por isso diria que o sucesso tinha sido geral. Infelizmente, não posso ficar contra a maioria. Todos reclamam. São Pedro me atendeu e mandou mais chuva hoje á tarde. Foi muito bom porque aumentou o lamaçal. Agora no início da noite, parou de chover. Espero que São Pedro continue colaborando e mandando novas chuvas amanhã. Primeiro, porque o homem do campo vai ficar muito feliz. As chuvas são sempre bem-vindas. Segundo, porque falam que a governadora Wilma de Faria vem amanhã prestigiar a feira de negócios. Aí, igualmente ao povo de caicó ela vai se atolar na lama da Ilha de Santana. Só existe essa maneira: Ela sentir na própria pele o gosto de sua obra inacabada que vem causando tantos constrangimentos ao povo e as autoridades. Aí, pode ser que ela tenha dó e mande terminar o serviço da Ilha de Santana logo, pois é uma grande obra para Caicó. Vou dormir torcendo que amanhã chova. Bem muito. E Tome lama. Chove chuva, chove sem párar. Hoje vou fazer uma prece….

amanh, chova, governadora, muito, quando, tomara