Penso, logo existo...

Tag: gripe

Cientistas encontram nova forma de combater o vírus da gripe

Pela dificuldade de combater os agentes causadores da gripe — há centenas de variantes dos vírus —, os tratamentos quase sempre se destinam ao extermínio ou ao alívio dos sintomas da infecção, como nariz escorrendo, febre e dor de garganta. Pesquisadores ingleses trabalham em outra linha de ataque. Eles não têm como alvo os patógenos. Focam em moléculas presentes no corpo humano que são usadas por esses micro-organismos para facilitar a infecção. Detalhada na revista Nature Chemistry, a abordagem surtiu o efeito esperado em testes laboratoriais e, segundo os cientistas, poderá ser usada na criação de medicamentos e na prevenção de cepas de vírus mais resistentes.

cientistas, combater, encontram, forma, gripe, vírus

Brasil tem 839 mortes por gripe em 2018

Brasil registrou em 2018 aumento de 194,4% no número de mortes por gripe em relação ao mesmo período de 2017: foram 839 mortes por influenza esse ano, contra 285 mortes no ano anterior. Ambos os períodos consideram dados contabilizados pela Secretaria de Vigilância do Ministério da Saúde até a segunda quinzena de julho.

O número de mortes vai na esteira do aumento do número de casos em 2018. No total, foram 4.680 infecções em todo o país esse ano até julho, contra 1.782 em 2017.

Além dos números, uma diferença entre os dois anos pode ser observada nos tipos e subtipos de vírus que estão sendo a causa das infecções: em 2018, a maioria dos casos (60%) foram provocados pelo subtipo H1N1 do vírus influenza; já em 2017, a maior parte dos casos (73,7%) foi provocada pelo influenza A (H3N2).

O vírus influenza é dividido em tipos, subtipos e linhagens. Todas essas variações correspondem a diferenças encontradas no material genético do vírus.

Em 2018, o H1N1 também é responsável pela maior parte das mortes (67,5%): com 567 óbitos. Segundo o Ministério da Saúde, o H1N1 é o vírus que atualmente mais circula no território brasileiro e, por isso, o maior número de infeccões e óbitos.

A pasta também registrou 335 casos e 46 mortes por influenza B em 2018. Já o influenza A não subtipado, foi responsável por 541 casos e 86 óbitos. Entre os estados, diz o ministério, o maior número de casos em 2018 ocorreu em São Paulo (1.702), Ceará (376), Paraná (432) e Goiás (378).

Com campanha da gripe realizada desde maio, o Minsitério da Saúde informa que conseguiu atingir 90% do público-alvo. No total, o Brasil vacinou 51,4 milhões de brasileiros.

No entanto, o grupo de gestantes e de crianças (entre seis meses e cinco anos) continuam com cobertura vacinal abaixo do esperado, com 77,8% e 76,5% de vacinados, respectivamente.

Os estados com as taxas mais baixas de vacinação contra a gripe são Roraima, com 67,1%, Rio de Janeiro, com 77,9% e Acre, com 79,1%.

No total, 17 estados atingiram a meta: Goiás (106,7%), Ceará (104,3%), Amapá (100,3%), Distrito Federal (98,2%), Espírito Santo (97%), Pernambuco (96,3%), Tocantins (96,2%), Alagoas (94,7%), Minas Gerais (94,8%), Mato Grosso (94%), Maranhão (94,2%), Paraíba (93,3%), Rio Grande do Norte (92,9%), Sergipe (92,9%), Paraná (92,5%), Piauí (91,6%) e Mato Grosso do Sul (90,9%).

Brasil, gripe, mortes

A gripe da seleção mexicana

A seleção mexicana enfrenta um grande problema durante a preparação para o duelo contra o Brasil, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. De acordo com a publicação do jornal El Universal, do México, uma ‘epidemia de gripe’ está afetando o elenco e também o técnico Juan Carlos Osorio. O fato que chamou a atenção do jornal foi a condição de Osorio durante a partida diante da Suécia. O treinador foi visto passando lenços no nariz e tossindo diversas vezes, algo que se repetiu até na coletiva após a partida. O início deste problema teria sido pouco antes da segunda rodada da fase de grupos, quando o México derrotou a Coreia do Sul. A partida foi realizada em Rostov, onde a temperatura local estava bem elevada e acabou ocasionando um choque-térmico com o ar-condicionado do hotel da delegação.

gripe, mexicana

Vinho é bom pra gripe

Andrea Braakhuis, pesquisadora de nutrição na Universidade de Auckland, concluiu que os flavonoides, substância encontrada nos vinhos, pode diminuir a incidência de doenças respiratórias. A cientista notou que consumidores de flavonoides reduz o risco de infecções respiratórias em um terço. A média de consumo dessas substâncias na sociedade ocidental é de 1 grama por dia, enquanto o ideal seria 1,2 grama. Essa é a quantidade de flavonoides em uma taça de vinho tinto.  

gripe, vinho

México: jogadores estão gripados e com muita tosse… Gripe ou Medo?

Membros da comissão técnica da seleção mexicana e até mesmo alguns jogadores da equipe foram surpreendidos por uma forte epidemia de gripe e tosse, segundo informou o jornal “El Universal”, do México. A publicação diz que o calor intenso em Rostov combinado com o ar condicionado do hotel onde a equipe está hospedada foram responsáveis pela doença. O técnico Juan Carlos Osorio, por exemplo, não parou de tossir no jogo contra a Suécia e se mostrou muito desconfortável. A seleção mexicana tem de correr contra o tempo para estabelecer a boa saúde entre os jogadores, pois a partida contra o Brasil, válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo, está marcada para a próxima segunda-feira (2), em Samara. O duelo começa às 11h (de Brasília).

gripados, gripe, jogadores, México, muita, tosse

Gripe: municípios com estoque de vacina devem ampliar imunização

Municípios que ainda têm estoque da vacina contra a gripe devem, a partir de hoje (25), ampliar a indicação da dose para crianças entre 5 e 9 anos e adultos entre 50 e 59 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde. A Campanha Nacional de Vacinação foi encerrada na última sexta-feira (22). De um total de 54,4 milhões de pessoas, 45,8 milhões foram imunizadas.

ampliar, devem, estoque, gripe, imuniza, municípios, vacina

Sem atingir meta, 17 capitais vão estender campanha de vacinação contra gripe

campanha de vacinação contra a gripe terminou nesta sexta-feira (22), mas 17 de capitais vão estender a vacinação até o fim das doses.

A meta inicial do Ministério da Saúde era de 54,4 milhões de vacinados. Apesar disso, a campanha chegou ao fim sem que a meta fosse atingida: 8,6 milhões de pessoas do público-alvo não foram vacinadas, de acordo com ultimo balanço divulgado.

atingir, campanha, capitais, contra, estender, gripe, vacina

Parnamirim alcança meta de vacinação contra a gripe Influenza

O município de Parnamirim atingiu a meta da campanha de vacinação contra a gripe Influenza. No total foi atingida a marcada de 93% de cobertura geral, ultrapassando a meta estabelecida pelo Ministério da saúde, que era de 90%.

Mesmo tendo atingido a meta, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesad) alerta que crianças e gestantes que ainda não se vacinaram devem procurar a unidade de saúde mais próxima para se vacinarem.

alcan, contra, gripe, Influenza, Parnamirim, vacina

Quase 20% do público alvo ainda não se vacinou contra gripe na Paraíba

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe vai até esta sexta-feira (15), na Paraíba, e 20% do público alvo ainda não se vacinou. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a campanha já conseguiu atingir 87% de cobertura do público prioritário, mas a meta é atingir, pelo menos, os 90%. Quase 793 mil doses foram aplicadas durante a Campanha Nacional de Vacinação na Paraíba, até esta quarta-feira (13). A meta é atingir mais de 910 mil doses aplicadas. O grupo menos vacinado, segundo a SES, é o de crianças, com uma cobertura de 74% de vacinação. As mulheres puérperas e os indígenas já ultrapassaram a previsão de cobertura, e atingiram 102% e 106%, respectivamente, de pessoas vacinadas.

ainda, contra, gripe, Paraíba, publico, quase, vacinou

RN tem 55,83% do público-alvo vacinado contra a gripe

Na reta final da campanha de vacinação contra a gripe, 55,83% do público-alvo do Rio Grande do Norte foi vacinado. Desde o início da mobilização, em 23 de abril, foram aplicadas 503.699 doses nos postos de vacinação. A população tem até o próximo dia 1º de junho para tomar a dose em um dos postos de vacinação de todo o País. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas até essa data. A vacina contra gripe é gratuita e reduz as complicações da doença. Ela é indicada prioritariamente para pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e pessoas privadas de liberdade.

contra, gripe, publico, vacinado

Epidemia de gripe em Caicó

Para segmentos da área de saúde de Caicó existe uma epidemia de gripe em Caicó. Os consultórios estão fazendo filas para tantas queixas da doença. Os leitos nas casas de saúde estão lotados. A orientação é que o aperto de mão está dispensado. Cumprimento somente com um BOM DIA, BOA TARDE ou BOA NOITE já está de bom tamanho. O uso de álcool gel nas mãos nesse momento é fundamental. Cuide-se!

Caicó, epidemia, gripe

Dia D de vacinação contra a gripe será neste sábado em todo o país

Postos de saúde em todo o país funcionam neste sábado (12) para o chamado Dia D de mobilização contra a gripe. Devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a 5 anos incompletos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem ser imunizadas. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle de doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para receber a dose, sem necessidade de prescrição médica. A imunização começou no dia 23 de abril e vai até 1º de junho. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários. Durante a campanha, serão distribuídas cerca de 60 milhões de doses que, este ano, protegem contra três vírus do tipo influenza, incluindo o H1N1 e o H3N2.

contra, gripe, neste, sabado, vacina

Natal divulga dados sobre casos da síndrome da gripe

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), divulgou, nesta segunda-feira (30), o relatório epidemiológico sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Em relação ao mesmo período do ano passado, 2018 apresentou redução no número de casos. Entre as semanas 01 a 17 do ano de 2018, foram registradas 25 notificações de casos suspeitos de SRAG, sendo três com vírus Influenza, quatro para outros vírus respiratórios, nove SRAG não especificada e nove em investigação. Em 2017, nesse mesmo período, foram sete por influenza, 20 SRAG não especificadas e 10 por outros vírus.

casos, dados, divulga, gripe, Natal, síndrome, sobre

Menino morre no Sertão da Paraíba com suspeita de gripe H1N1

Uma criança morreu no hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos, com suspeita de gripe H1N1.  O paciente, identificado como Sebastião Artur Lins, de 6 anos, era natural de Cachoeira dos Índios, no Alto Sertão, e morava na zona rural. Ele foi levado para o hospital de Cajazeiras onde começou as investigações e foi coletado material para exames, na ocasião também foi administrada a medicação tamiflu, usado para o tratamento da doença. O resultado dos exames deve sair em 40 dias, e se for confirmado, este será o terceiro caso de morte por H1N1 na Paraíba em 2018

gripe, menino, morre, Paraíba, suspeita

Arquidiocese faz orientações para evitar transmissão da gripe

Em virtude do crescimento das ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), ocasionada pelo vírus H1N1 e Influenza A H3 sazonal, no estado do Rio Grande do Norte e em outras regiões do País, e considerando que todos têm responsabilidade de evitar situações e circunstâncias que facilitem o contágio, solicitamos às paróquias que tomem as seguintes medidas, até mandarmos dizer o contrário: 1) Evitar o aperto de mão durante a acolhida aos fiéis; 2) Não dar as mãos ao rezar o Pai-Nosso; 3) Omitir o abraço da paz; 4) Distribuir a comunhão somente sob uma espécie e diretamente nas mãos. A isto, acrescentamos as “Medidas de prevenção” emitidas pela Secretaria Estadual de Saúde, através da Nota Técnica nº 02/2018 SUVIGE/CPS/SESAP-RN: 1. Higienizar as mãos com água e sabão, depois de tossir ou espirrar, após usar o banheiro, antes das refeições, antes de tocar nos olhos, boca e nariz; 2. Utilizar lenço descartável para higiene nasal; 3. Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis a cada uso) a boca e o nariz ao tossir ou espirrar; 4. Evitar tocar nos olhos, nariz ou boca, após o contato com superfícies; 5. Manter os ambientes bem ventilados; 6. Evitar contato próximo a pessoas que apresentam sinais ou sintomas de influenza; 7. Orientar para que o doente evite sair de casa enquanto estiver em período de transmissão da doença (até 5 dias após o início dos sintomas); 8. Evitar aglomerações e ambientes fechados; 9. Repouso, alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Arquidiocese, evitar, gripe, orienta, transmiss

Vacinação contra a gripe começa hoje em todo o país

Começa hoje (23) a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Até o dia 1º de junho, devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem receber a dose. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

contra, gripe, vacina

Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa nesta segunda

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa amanhã (23) e segue até 1º de junho. Fazem parte do grupo prioritário da vacina idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem se imunizar. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

campanha, contra, gripe, nacional, nesta, segunda, vacina

Campanha de vacinação contra a gripe tem início dia 23 de abril

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2018 será realizada no período de 23 de abril a 1° de junho, sendo 12 de maio o “Dia D” de mobilização nacional. De acordo com a Coordenação Estadual de Imunizações (CEI), a estimativa para esta edição é vacinar mais de 54,4 milhões de pessoas em todo país e 879.430 no Rio Grande do Norte. Tendo como meta vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários. Fazem parte dos grupos elegíveis para a vacinação as crianças na faixa etária de seis meses a menos cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

abril, campanha, contra, gripe, inicio, vacina

Continue lendo

Novo vírus da gripe atinge 13 estados

A chegada do outono aumenta os casos de gripe, já que o vírus Influenza circula com mais intensidade nesta época do ano. Um novo vírus da gripe já começa a infectar pessoas em todo o país. É o H3N2, uma variação da Influenza que só nos Estados Unidos, já infectou mais de 47 mil pessoas neste ano. Alguns estados brasileiros já registraram os primeiros casos de infecção pelo H3N2. Apesar de ser desconhecido para a maioria das pessoas, dados do Ministério da Saúde mostram que esse vírus circula no Brasil pelo menos desde 2017.

atinge, estados, gripe, vírus

Luz do Sol pode conter a propagação da gripe

O ser humano é exposto à luz ultravioleta (UV) todos os dias através dos raios solares. Estudos mostram que ela, em comprimento normal, é cancerígena. No entanto, um grupo de pesquisadores estadunidenses, liderado pelo físico David Brenner, do Centro Médico da Universidade de Columbia, em Nova York, criou um método em que os raios UV são utilizados para atrasar a propagação da gripe. De acordo com a professora Elisabeth Mateus Yoshimura, chefe do Departamento de Física Nuclear do Instituto de Física da USP, o procedimento é seguro. Ela explica que os pesquisadores utilizam um comprimento de onda menor, o UVC, que não consegue penetrar na pele, atingindo apenas sua superfície, não prejudicando os seres humanos. A professora conta que a ideia é utilizar essa pesquisa para esterilizar alguns locais. A luz UV ficaria em determinado ambiente, matando os micro-organismos e impedindo a propagação da doença. A prioridade são os espaços hospitalares, devido à maior necessidade de mantê-los higienizados. Atingir locais com grande aglomeração como vagões de Metrô, por exemplo, é um objetivo muito distante ainda, confirma ela.

conter, gripe, propaga

Anvisa define composição de vacina contra a gripe para 2015

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada hoje (17) no Diário Oficial da União define a composição da vacina contra a gripe que será usada no país no próximo ano. A composição da vacina contra a gripe é atualizada a cada ano, de acordo com os vírus circulantes, para garantir a eficácia do produto. A resolução, segundo a Anvisa, está de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde para o Hemisfério Sul. De acordo com o texto, as vacinas influenza trivalentes a serem utilizadas no Brasil a partir de fevereiro de 2015 deverão conter, obrigatoriamente, três cepas (tipos) de vírus em combinação: um vírus similar ao influenza A/California, um vírus similar ao vírus influenza A/Switzerland  e um vírus similar ao influenza B/Phuket.

gripe, vacina

RN ficou entre os estados com menor índice vacinação contra a gripe

vacina gestanteDesde o início da campanha de vacinação contra a gripe, no dia 22 de abril, mais de 41,7 milhões de pessoas foram imunizadas, o que equivale a 84% do público-alvo, de acordo com o Ministério da Saúde. O público-alvo é formado por crianças de 6 meses a 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores da saúde; povos indígenas; gestantes; mulheres com até 45 dias de pós-parto, população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas não transmissíveis. A meta do Ministério da Saúde era vacinar 80% deste público, o equivalente a 49,6 milhões de pessoas. O grupo de mulheres pós-parto registrou a maior cobertura vacinal. A menor cobertura está no público de gestantes e crianças menores de 5 anos. Os estados com as maiores índices de vacinação, até o momento, são Goiás, com 92,6% do público-alvo vacinado; Santa Catarina, com 90,32%; e Paraná, com 90,28%. De acordo com os dados do governo, sete estados não atingiram a meta de vacinação: Bahia, com imunização de 79,67% do público-alvo nesta etapa, Ceará, com 79,54%; Rio de Janeiro, com 79,11%; Roraima, com 77,96%, seguidos pelo Amapá, com 63,8%; Rio Grande do Norte, com 70,12%; e Acre, com 74,17%. Segundo o ministério, a continuidade da vacinação vai depender de cada estado.

gripe

RN prorroga campanha de vacinação contra gripe

Faltando um dia para o fim da campanha nacional de vacinação contra a gripe, que termina na sexta-feira (9), apenas 35,73% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários foram vacinadas no Rio Grande do Norte, segundo dados do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde (MS). A meta é vacinar 666.545 mil pessoas no estado, mas até esta quinta-feira (8) foram vacinadas pouco mais de 235 mil pessoas. Devido aos números abaixo do esperado, o PNI recomendou a todos os estados prorrogarem a vacinação até atingirem a meta de 80%. Seguindo essa orientação, o Programa Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informa que os municípios potiguares seguirão com a vacinação até atingirem a meta.

gripe, vacinação

Copa do Mundo pode gerar agravamento dos casos de gripe

Gripe MulherCom a chegada de milhares de turistas e aumento do trânsito interestadual no País, a Copa do Mundo poderá facilitar a importação de vírus que podem se disseminar a gripe, causando surtos e epidemias, mesmo fora do período de maior sazonalidade da doença. Ambientes aglomerados como estádios de futebol e grandes festas podem ser locais de alta contaminação pelo vírus influenza. Voos comerciais, como os que aumentarão muito durante a Copa do Mundo, também podem proliferar a contaminação. Estudo realizado com 54 passageiros de um voo da Nova Zelândia, onde um encontrava-se gripado, mostrou que 72% desenvolveram síndrome gripal. Além da ausência em possíveis feriados decretados pelas cidades sede de jogos, empresas poderão sofrer com o absenteísmo causado pela doença. A principal transmissora da doença é a criança. A gripe afeta 30% deste público e cada vez que uma delas adoece e falta à escola, seus pais faltam ao trabalho, resultando em perdas econômicas substanciais para a família e a sociedade. A cada episódio de gripe, a criança falta entre 3 e 12 dias na escola, fazendo com que seus pais cheguem a perder até 6 dias de trabalho para cuidar dos filhos. Anualmente, 39% das faltas do trabalho são ocasionadas pela gripe.

gripe

RN espera vacinar 769 mil pessoas contra a gripe

vacinaA secretaria estadual de Saúde espera que um público superior a 769 mil pessoas compareça às unidades de saúde de todo o estado a partir de amanhã até o dia 9 de maio para participar da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que tem como tema “Vacinação contra a gripe: você não pode faltar”. “A novidade deste ano é a ampliação da faixa etária para crianças. Em 2013, o público infantil foi de seis meses a menores de dois anos. Neste ano, a vacina será oferecida também na faixa etária de dois a menores de cinco anos. Por isso é importante que os pais e responsáveis fiquem atentos a essa mudança e levem suas crianças que estão nessa faixa etária para serem vacinadas”, alerta Francisca Santos, coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Sesap. A Campanha foi lançada no Brasil na última terça-feira (22). No RN, devido a questões de logística na distribuição das vacinas por parte do Ministério da Saúde, a ação vai iniciar nesta sexta-feira (25), e no sábado (26), dia D da campanha, haverá uma grande mobilização em todas as unidades de saúde do estado, que estarão abertas oferecendo a vacina para os grupos prioritários: crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto), idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas (incluindo as trissomias), população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

gripe

Vacinação contra gripe começa na terça-feira (22)

Campanha-de-vacinação-contra-a-gripeO Ministério da Saúde vai realizar a campanha de vacinação contra a gripe deste ano, que começa na terça-feira (22) e vai até o dia 09 de maio. O objetivo é imunizar pelo menos 80% do público-alvo da campanha, que alcança 49,6 milhões de pessoas. Neste ano, a faixa etária das crianças que podem tomar a vacina foi ampliada para entre seis meses e menores de cinco anos. No ano passado, o limite de idade era de dois anos. Também devem tomar a vacina nos postos de saúde pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que acabaram de dar à luz (até 45 dias após o parto), presos e funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

gripe

Sesap inicia preparativos para a campanha de vacinação contra gripe

A Coordenação Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) se prepara para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2014, a ser realizada no período de 22 de abril a 9 de maio e que terá o dia 26 de abril como o “Dia D” de mobilização nacional. A Sesap promoveu uma reunião de preparação para a campanha com representantes das Unidades Regionais de Saúde (Ursap’s) do Estado, municípios da Grande Natal e representantes dos distritos sanitários da capital. “Discutimos o informe técnico, que é o documento oficial que traz todas as orientações como a cobertura preconizada, sistema de informação e registro das doses, apresentação do tipo de vacina a ser aplicada, além de toda a operacionalização da campanha”, explica Francisca Santos, coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Sesap.

gripe, vacinação

Vacinação contra a gripe este ano inclui crianças com até 5 anos incompletos

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começa no próximo dia 22 e terá continuidade até 9 de maio. Este ano, crianças com idade entre 6 meses e menos de 5 anos também serão imunizadas. Até o ano passado, apenas aquelas na faixa etária de 6 meses a menos de 2 anos recebiam a dose. De acordo com o Ministério da Saúde, o público-alvo da campanha em 2014 totaliza 49,6 milhões de pessoas. A meta é vacinar 80% dessa população, que inclui, além das crianças, os idosos com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, povos indígenas, as gestantes, mães puérperas (até 45 dias após o parto), a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

gripe

Governo libera R$ 30 milhões para combate à gripe

Gripe MulherO Ministério da Saúde anunciou hoje (21) medidas para o enfrentamento da gripe no país. Serão destinados R$ 30 milhões aos estados de maior concentração da doença – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo. O dinheiro será usado para aumentar a capacidade de internação dos pacientes. Serão criados 450 leitos para o tratamento da influenza, o que vai possibilitar até 1,8 mil internações por mês. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que governo está preocupado com o crescimento de casos de influenza. “A orientação para os médicos é não esperar o desenvolvimentos dos sinais de gravidade, nem a confirmação do vírus Influenza A (H1N1) para começar o tratamento com Tamiflu”, explicou Padilha. Até agora foram notificados 4.713 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave com 391 óbitos. Destes casos, 388 foram confirmados para o vírus Influenza A (H1N1) com 61 mortes.

gripe

Governo recomenda continuidade de vacinação contra gripe

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina hoje (10), e o Ministério da Saúde recomenda que os municípios que não atingiram a meta de imunizar 80% do público-alvo continuem com a vacinação. No balanço geral dos estados, apenas Alagoas, Goiás, o Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul cumpriram a meta de imunizar gestantes, pessoas a partir dos 60 anos, mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, crianças de seis meses a menores de dois anos, profissionais de saúde, além dos doentes crônicos e pessoas privadas de liberdade.

gripe

Governo prorroga campanha de vacinação contra a gripe por mais duas semanas

VacinaçãoPostos de saúde em todo o país vão permanecer aplicando a dose contra a gripe pelas próximas duas semanas. A Campanha Nacional de Vacinação, que seria encerrada amanhã (26), foi prorrogada e segue até o dia 10 de maio. Devem se vacinar idosos com mais de 60 anos, crianças de 6 meses a 2 anos, indígenas, gestantes, mulheres em puerpério (período de até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde e doentes crônicos. Dados do Ministério da Saúde registrados até as 18h de ontem (24) indicam que 14,9 milhões de pessoas – 47,6% dos 31,3 milhões que fazem parte dos grupos prioritários – foram imunizadas. A meta do governo é vacinar 80% do público-alvo.

gripe

Gripe: 5,5 milhões foram vacinados no Brasil

vacinaBalanço parcial do Ministério da Saúde indica que 5.585.779 de pessoas foram vacinadas contra a gripe até as 12h de ontem (20), quando foi feito um dia de mobilização nacional contra a doença. O número representa 17,5% do público-alvo de 39,2 milhões de pessoas. A meta do governo é imunizar 80% dos chamados grupos prioritários, que incluem idosos com mais de  60 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (período de puerpério), crianças de 6 meses a 2 anos, índios, profissionais de saúde e doentes crônicos. A população carcerária também vai receber a dose. Foram vacinadas 599 mil de crianças (13,71%); mais de 432 mil trabalhadores de saúde (12,67%); 301 mil gestantes (13,81 %); 3,5 milhões de idosos (16,8%); 59,8 mil índios (9,94%); 68,8 mil mulheres em período de puerpério (19,18%); 665 mil doentes crônicos e 14 mil pessoas privadas de liberdade. A campanha segue até a próxima sexta-feira (26) em todo o país. Por meio de nota, o ministério reforçou que a vacina é segura e constitui a principal arma na tentativa de reduzir complicações, casos graves e mortes provocadas pela gripe. De acordo com a pasta, estudos demonstram que a vacina pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade global. Entre os idosos, a dose pode reduzir o risco de pneumonia em aproximadamente 60% e o risco global de hospitalização e morte em cerca de 50% a 68%, respectivamente.

gripe, vacina

Postos de saúde abrem amanhã para dia de mobilização da campanha contra a gripe

Postos de saúde em todo o país funcionam amanhã (20) para o dia de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Idosos, gestantes, mulheres em período de puerpério (até 45 dias após o parto), crianças de 6 meses a 2 anos, índios, profissionais de saúde e doentes crônicos devem receber a dose. A imunização começou no dia 15 de abril e segue até o dia 26. A meta da campanha é vacinar 32 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários, que incluem também a população carcerária. De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, o objetivo do dia de mobilização é facilitar o acesso de pessoas que trabalham e que têm dificuldade de comparecer às unidades de saúde durante o período comercial. “Apesar de ter toda a próxima semana, até o dia 26, não vamos deixar para a última hora. Procure a unidade de saúde mais próxima da sua casa para receber a vacina”, apelou. Durante a campanha, serão distribuídos cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B.

gripe

Postos de saúde iniciam vacinação contra gripe

Cerca de 65 mil postos de saúde em todo o país iniciam hoje (15) a campanha de vacinação contra a gripe. A meta é imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos. Este ano, mulheres no puerpério (período de até 45 dias após o parto) também vão receber a dose. Outra novidade é que pacientes com doenças crônicas podem ser imunizados nos postos de saúde e não apenas nos centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da imunização. A campanha vai até o dia 26 de abril. Serão distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1), a gripe suína, A (H3N2) e B.

gripe, vacinação

Vacinação contra gripe começa amanhã em todo o país

vacina gripeA campanha nacional de vacinação contra a gripe começa amanhã (15) em todo o país. A meta é imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – gestantes, idosos com mais de 60 anos, crianças entre 6 meses e 2 anos, profissionais de saúde, índios, população carcerária e doentes crônicos. Uma das novidades é a inclusão de mulheres em puerpério (período de até 45 dias após o parto) nos grupos prioritários para vacinação. Outra mudança vai possibilitar que pessoas com doenças crônicas tenham acesso à vacina por meio de postos de saúde e não apenas nos centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da imunização. A campanha segue até o dia 26 de abril. No próximo sábado (20), todos os 65 mil postos de saúde do país vão funcionar para um dia de mobilização. Serão distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é segura e só é contraindicada para pessoas com alergia severa a ovo. A dose, segundo a pasta, contém o vírus em sua forma inativa, e não há risco de uma pessoa contrair gripe em razão da imunização.

gripe, vacinação

Meta da secretaria de Saúde é vacinar 80% da população caicoense

campanha vacinação Na próxima segunda-feira (15) será lançada no Brasil a 15º edição da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que prossegue até o dia 26 deste mês, tendo o dia D no próximo dia 20/04. Em Caicó, a meta da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar 80% da população. Com isso, no sábado, dia oficial da campanha, todas as unidades de saúde da cidade estarão abertas. “Oficialmente, só começa na próxima segunda (15) e aqui em Caicó vamos iniciar pela zona rural. Já no dia D, próximo sábado (20), vamos iniciar na zona urbana. Pedimos que todos se desloquem aos postos de saúde, portanto o cartão de vacinação”, explicou Josilene Maria, coordenadora de promoção saúde de Caicó. A população alvo é composta por indivíduos com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores de saúde que atuam em unidades com atendimento para a influenza, crianças na faixa etária de seis meses a dois anos, gestantes, puerperais (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, além da população privada de liberdade. Já para as pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, será avaliado o número de doses aplicadas no período da campanha.

gripe, vacinação

Postos de saúde iniciam na próxima semana vacinação contra gripe

Cerca de 65 mil postos de saúde em todo o país iniciam segunda-feira (15) a campanha de vacinação contra a gripe. A meta é imunizar 31,3 milhões de pessoas que integram os chamados grupos prioritários – as gestantes, os idosos com mais de 60 anos, as crianças entre 6 meses e 2 anos, os profissionais de saúde, índios, a população carcerária e os doentes crônicos. Este ano, mulheres em período de puerpério (até 45 dias após o parto) também vão receber a dose. Outra novidade é que pacientes com doenças crônicas podem ser imunizados nos postos de saúde e não apenas nos centros de referência. Basta apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. A campanha segue até o dia 26 de abril. Serão distribuídas cerca de 43 milhões de doses que, este ano, protegem contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, A (H3N2) e B.

gripe, vacinação