Penso, logo existo...

Tag: Ariano Suassuna

Ariano Suassuna ganha homenagem em SP com filmes, fotos e show

suassunahomenagem Morto em julho do ano passado vítima de uma parada cardíaca, o escritor paraibano Ariano Suassuna ganha homenagem em São Paulo, este mês, com o encerramento do projeto Ariano Suassuna – Arte como Missão. O mostra traz ciclo de filmes (com a cobrança simbólica de R$ 1), exposição de fotografias de Alexandre Nóbrega (gratuita) e também uma aula-espetáculo conduzida por Antonio Nóbrega (também por R$ 1). O projeto foi idealizado por Elias Sabbag e Marcos Azevedo e a primeira apresentação ocorreu em Brasília, em 2013. Depois disso, o projeto passou por Fortaleza, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Curitiba, na maioria delas com a presença do próprio Suassuna conduzindo as aulas-espetáculos. “O projeto consiste basicamente na aula-espetáculo feita durante boa parte do tempo pelo próprio Suassuna, uma exposição feita especialmente para o projeto e um ciclo de filmes”, explicou Sabbag em entrevista à Agência Brasil.

Ariano Suassuna

Centro Cultural do TCE/PB homenageia Ariano Suassuna

arianoO Centro Cultural, que o Tribunal de Contas da Paraíba entrega aos paraibanos nesta sexta-feira, dia 19, em ato solene agendado para as 16h00, edifica-se com a robustez de uma identidade: Ariano Suassuna. A imperiosa missão que assume é igualmente vigorosa. “Arte, cultura, conhecimento. São os elos que reforçam a ligação da Corte de Contas com a promoção e os interesses da cidadania”, salienta o conselheiro Fábio Nogueira, presidente do TCE-PB, e construtor da obra. Um terreno ao lado da sede do Tribunal de Contas, onde havia funcionado um clube, cujo prédio estava parcialmente demolido, chamava a atenção do conselheiro Fábio Nogueira. Nas suas idas e vindas à Corte, além do aspecto feio e sujo, outras questões alimentavam sua preocupação: a segurança e a proliferação de insetos e roedores. Buscando conhecer a propriedade, o conselheiro Fábio Nogueira descobriu que o terreno, outrora doado a uma associação, havia sido vendido à iniciativa privada. Ao constatar que a venda contrariava aspectos legais, inclusive configurando um desvirtuamento da finalidade, decidiu acionar o Governo do Estado. A desapropriação e posterior doação ao TCE não tardou a se formalizar.

Ariano Suassuna

TCE aprova voto de pesar pelo falecimento de Ariano Suassuna

ariano suassuna O plenário do Tribunal de Contas do Estado aprovou a unanimidade voto de pesar pelo falecimento do escritor Ariano Suassuna, por proposição do conselheiro Tarcísio Costa, que fez um circunstanciado pronunciamento sobre a vida e obra do grande paraibano, radicado em Recife, onde veio a falecer quarta-feira, no Hospital Português, na capital pernambucana. Teatrólogo consagrado, Ariano Suassuna pertencia a Academia Brasileira de Letras e consagrou-se como um dos grandes divulgadores da cultura nordestina, da qual era um defensor intransigente. Foi sepultado ontem (24), no Cemitério de Paulista, no grande Recife, com grande comparecimento popular.

Ariano Suassuna

Henrique Alves lamenta morte de Suassuna e diz que país fica órfão de um poeta

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), lamentou a morte do escritor Ariano Suassuna, ocorrida hoje (23) no Recife. Alves ressaltou a genialidade da obra e a grande falta que o escritor fará à cultura nacional. “O país e a cultura brasileira ficam órfãos de um poeta e um dramaturgo genial, que representou como poucos a cultura popular e o espírito nordestino”, diz nota do presidente da Câmara. De acordo com Alves, Ariano Suassuna se tornou uma referência da genialidade e da sabedoria do povo nordestino com obras como A Pedra do Reino e Auto da Compadecida. “Ele soube traduzir os sentimentos e a vida do cidadão comum do sertão em poemas e obras dramatúrgicas que se tornaram ícones da produção literária brasileira”, diz outro trecho da nota do parlamentar. Henrique Alves manifestou condolências à família de Ariano Suassuna e a todos os admiradores do poeta e escritor. Suassuna morreu em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, aos 87 anos.

Ariano Suassuna

Morre o escritor Ariano Suassuna aos 87 anos de idade

20120514075704_cv_ariano_gdeMorreu na tarde desta quarta-feira (23) o escritor Ariano Suassuna. Suassuna passou mal em casa, na noite de segunda-feira (21), e foi levado ao hospital por volta das 20h, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Às 23h, terminou a cirurgia de emergência para a colocação de dois drenos, com o objetivo de controlar a pressão intracraniana provocada pelo AVC. No ano passado, o escritor sofreu um infarto, e dois dias depois de receber alta, deu entrada novamente no hospital por causa de um aneurisma cerebral. Na última sexta-feira (18), Ariano Suassuna participou de uma aula-espetáculo, no Festival de Inverno de Garanhuns, no agreste pernambucano. O escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna, 87 anos, nasceu na Paraíba, mas mora no Recife. É autor de peças teatrais, como O Auto da Compadecida, e de romances, como A Pedra do Reino. Ariano Vilar Suassuna nasceu em João Pessoa, na Paraíba, no dia 16 de junho de 1927. Dramaturgo, romancista e poeta, escreveu obras que se popularizaram ao serem adaptadas para o cinema e a televisão, como O Auto da Compadecida e Romance d’a Pedra do Reino e O Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta.

Ariano Suassuna

Estado de saúde de Ariano Suassuna piora e é considerado instável

O estado de saúde do escritor Ariano Suassuna piorou e agora é considerado instável, segundo boletim médico divulgado na noite de ontem (22) pelo Real Hospital Português, do Recife, onde está internado. Suassuna permanece em coma, respirando com a ajuda de aparelhos. De acordo com o boletim, houve agravamento do quadro de saúde do escritor, que apresenta queda na pressão arterial e a pressão intracraniana está elevada. Suassuna passou mal em casa, na noite da segunda-feira (21), e foi levado ao hospital por volta das 20h, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Às 23h, terminou a cirurgia de emergência para a colocação de dois drenos, com o objetivo de controlar a pressão intracraniana provocada pelo AVC. Desde então, o escritor está internado na UTI Neurológica, sem previsão de alta.

Ariano Suassuna

Após sofrer AVC, Ariano Suassuna está em coma e respira com ajuda de aparelhos

20120514075704_cv_ariano_gdeO estado de saúde do escritor Ariano Suassuna é grave, mas estável, segundo boletim do Real Hospital Português, do Recife, onde Suassuna está internado. O escritor está em coma e respira com a ajuda de aparelhos. Ele passou mal em casa, na noite de ontem (21), e foi levado ao hospital por volta das 20h, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Às 23h, terminou a cirurgia de emergência para a colocação de dois drenos, com o objetivo de controlar a pressão intracraniana provocada pelo AVC. Desde então, o escritor está internado na UTI neurológica, sem previsão de alta. No ano passado, o escritor sofreu um infarto, e dois dias depois de receber alta, deu entrada novamente ao hospital por causa de um aneurisma cerebral. Na última sexta-feira (18), Ariano Suassuna participou de uma aula-espetáculo, no Festival de Inverno de Garanhuns, no agreste pernambucano. O escritor, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna, 87 anos, nasceu na Paraíba, mas mora no Recife. É autor de peças teatrais, como O Auto da Compadecida, e de romances, como A Pedra do Reino.

Ariano Suassuna

Ariano Suassuna sofre AVC hemorrágico e passa por cirurgia no Hospital Português

ariano suassuna O Diário de Pernambuco noticiou que o escritor Ariano Suassuna foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Real Hospital Português, na noite desta segunda-feira (21), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. De acordo com os médicos, o estado de saúde do dramaturgo é considerado grave, porém estável. Ariano Suassuna foi hospitalizado às 20h desta segunda com um sangramento intracraniano. Ele foi levado para a sala de cirurgia em um procedimento emergencial. A operação neurológica foi considerada bem sucedida e terminou por volta das 23h. De acordo com o Hospital Português, ele foi encaminhado para a UTI Neurológica da unidade de saúde e não tem previsão de alta. Na última sexta-feira (18), o escritor concedeu uma aula espetáculo no Festival de Inverno de Garanhuns, no Agreste. Na manhã do sábado (19), ainda tirou fotos com fãs que participavam do evento. Segundo Samaroni Lima, assessor de Ariano, ele estava ótimo e muito animada. “Não se queixou de fraquezas ou qualquer outro problema. Ele estava normal, estava bem”, contou. Ainda de acordo com o assessor, o autor não tinha aulas programadas para esta semana.

Ariano Suassuna

Foto de Suassuna no chão de aeroporto causa polêmica nas redes sociais

suassuna aeroporto

O Estado de S. Paulo destacou que o romancista, dramaturgo e poeta Ariano Suassuna, de 86 anos, provocou uma polêmica nesta terça-feira, 22, nas redes sociais com a publicação, por um internauta, de uma foto sua deitado no aeroporto internacional de Brasília. Suassuna, que esteve em Brasília na terça-feira da semana passada, 15, para participar da 2.ª Bienal do Livro e Leitura, foi flagrado deitado no chão da sala de embarque do aeroporto Juscelino Kubitschek, na manhã do dia seguinte, quarta-feira, 16, enquanto aguardava o seu voo para Recife, que decolaria às 10h04. O assessor pessoal de Suassuna, Alexandre Nóbrega, que também é seu genro e o acompanhava na viagem, afirmou que ele “faz isso sempre” e que “só estava descansando um pouco”. E emendou: “ele tem o hábito de deitar no chão do aeroporto. Já fez isso muitas vezes e faz em qualquer aeroporto”. O assessor de Suassuna contou que o escritor alega que deita no chão porque “nunca tem lugar para sentar no aeroporto” e “as cadeiras são sempre muito desconfortáveis”.

Ariano Suassuna

Ariano Suassuna conta histórias sobre Brasil esquecido

ariano suassuna Está aberta uma nova temporada de arte e cultura com o escritor paraibano Ariano Suassuna, que está rodando o Brasil com seu novo projeto, Arte como Missão. Nele, presenteia o público com uma aula-espetáculo, em que conta uma série de histórias e transporta os espectadores para um Brasil genuíno, simples e intacto. Com a voz trêmula, justificada por seus 86 anos de idade, e certo tom de pureza em cada frase, como se nunca tivesse saído do sertão da Paraíba, onde passou parte da infância, Suassuna se apresentará para milhares de pessoas em seis cidades. A primeira parada foi em Brasília e lotou o Teatro Nacional. No dia 18 de julho, o Arte como Missão desembarca em Fortaleza. As paradas seguintes serão: Rio de Janeiro, Salvador, Curitiba e São Paulo.

Ariano Suassuna