Suspeita de atacar jovem com ácido “não manifestou arrependimento”

A suspeita de jogar ácido em Isabelly Aparecida Ferreira Moro, 23 anos, na última quarta-feira (22/5), não demonstrou arrependimento durante depoimento à Polícia Civil, segundo a delegada Caroline Fernandes, que investiga o caso.

O crime ocorreu na última semana, quando Isabelly voltava da academia em Jacarezinho, no norte do Paraná. A suspeita, de 22, foi presa dois dias depois do crime, na sexta-feira (24/5).

Segundo a delegada Caroline Fernandes, a mulher confessou o crime, e “não manifestou arrependimento” durante depoimento na delegacia. Ela está presa preventivamente. A motivação do crime seria ciúmes do atual namorado, ex-compaheiro de Isabelly. Ele está preso por causa de outro crime, e ainda não foi ouvido pela polícia.

Estado de saúde
O Hospital Universitário (HU) de Londrina, onde a jovem está internada, não divulgou boletim sobre o estado de saúde de Isabelly nesse domingo. A última atualização ocorreu no sábado, quando ela teve uma melhora no quadro clínico, estava consciente e respirava sem ajuda de aparelhos.

A mãe da vítima afirmou que o ácido não atingiu os olhos de Isabelly e que a fala da filha não foi prejudicada pelo químico.

Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

A Graciosa celebra seus 35 anos

Com o conceito de sofisticação e exclusividade nos melhores produtos, a rede de óticas A Graciosa – distribuidora exclusiva de marcas reconhecidas no mercado nacional

Leia Mais