Sumé terá que realizar campanha contra o trabalho infantil no período junino

O município de Sumé, no Cariri paraibano, terá que realizar, pelos próximos quatro anos, campanhas educativas de combate à exploração da mão-de-obra infantil durante o período junino. O Ministério Público do Trabalho em Campina Grande moveu uma Ação Civil Pública por meio do procurador Marcos Almeida e pedia uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 200 mil. Várias inspeções foram realizadas na feira livre de Sumé, onde foram flagradas crianças e adolescentes trabalhando.

Segundo o procurador do Trabalho Raulino Maracajá – que também participou das inspeções – é comum a presença de meninos e meninas atuando no local.

Foi celebrado um acordo entre o município e o MPT, por meio do procurador Raulino Maracajá. Com esse acordo, o valor referente ao pedido de dano moral coletivo, R$ 200 mil, foi revertido na realização das campanhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

Temer quer enfiar goela abaixo

O presidente Michel Temer se reuniu hoje com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e relator da reforma da

Leia Mais