STF derruba decisão que deu liberdade a acusado de chefiar máfia de ingressos na Copa

raymond

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta terça-feira uma liminar que dava o direito à liberdade ao inglês Raymond Whelan, suposto chefe de uma máfia de venda ilegal de ingressos para partidas da Copa do Mundo, ocorrida em junho. Ele foi preso em 14 de julho, junto com outros dez suspeitos de participação nas fraudes. Em 5 de agosto, o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, concedeu habeas corpus para libertar Whelan. Hoje, a primeira turma cancelou a liminar.

Um dos motivos da prisão foi a denúncia de que integrantes do grupo, dentro da delegacia, teriam oferecido dinheiro e ingressos de jogos a policiais em troca de benefícios no processo. Segundo Marco Aurélio, essa prática não foi individualizada, o que prejudica a atuação da defesa dos suspeitos. Portanto, não haveria motivo para mantê-los presos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Agora foi pra valer…

…  Depois de encontro com o ex-ministro do Turismo Henrique Alves a deputada estadual Larissa Rosado decidiu que vai ingressar no PMDB e deixa o

Leia Mais