SHRBS-RN destaca criação de comissão de Turismo na Assembleia Legislativa

habit SHRBS-RN destaca criação de comissão de Turismo na Assembleia Legislativa

Com a inserção do Turismo como uma comissão permanente na Assembleia Legislativa, o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Rio Grande do Norte (SHRBS-RN), Habib Chalita, destacou a iniciativa do deputado estadual Coronel Azevedo, que foi o propositor da inclusão do tema no Regimento Interno da Casa Legislativa.

Para Habib Chalita, colocar o turismo dentro de uma comissão permanente reforça a importância do setor e dá voz aos representantes do segmento na Assembleia Legislativa. “Foi muito bom saber que podemos ter esse reforço na defesa do nosso segmento dentro do Parlamento”, disse.

Este ano, o Sindicato, por meio do diretor Juan Garcia, participou da audiência pública realizada na Assembleia Legislativa e que tratou do planejamento do turismo no Rio Grande do Norte.

Ainda de acordo com o presidente, o SHRBS-RN junto com outras entidades ligadas ao turismo vai buscar ações junto à Assembleia Legislativa para recuperar e fortalecer o segmento no Rio Grande do Norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Estudo culpa homens pela menopausa

A preferência masculina por moças jovens pode ter provocado o fenômeno da menopausa nas mulheres maduras, segundo um estudo controverso publicado esta semana por cientistas

Leia Mais

E no Rio Grande do Norte?

O PT fará uma reunião no dia 23 para dar início às negociações para a eleição deste ano nos estados, informa o Painel da Folha. “A

Leia Mais

Vereador coxinha

A autorização para a compra de quase R$ 6 mil de dinheiro público para a compra de salgadinhos em uma cidade seridoense gerou polêmica na

Leia Mais

Parteiras em greve em Caicó

Até as parteiras do Hospital do Seridó ameaçam paralisar suas atividades. Estão há três meses sem receber “uma pataca” da prefeitura municipal de Caicó. Revoltadas

Leia Mais