Senado age contra os aluguéis, mas protege os bancos

A Justiça e o Congresso atuam fortemente, por meio de liminares e projetos aprovados às pressas, para que locatários suspendam o pagamento de aluguéis de residências ou comércio por até sete meses. Magistrados e parlamentares nem sequer levam em conta os brasileiros que têm no aluguel de um imóvel a única renda. Enquanto Executivo e Judiciário se mostram valentes contra quem vive de aluguel, nem sequer cogitam medida idêntica contra o financiamento imobiliário dos bancos.

Magistrados e políticos não levam em consideração que despesa de aluguel de uma pessoa, muitas vezes é a única fonte de renda da outra.

Projeto no Senado prevê que apenas em novembro os aluguéis voltem a ser pagos, com acréscimo de 20% dos valores que não foram pagos.

Projeto no Senado prevê que apenas em novembro os aluguéis voltem a ser pagos, com acréscimo de 20% dos valores que não foram pagos.

Diário do Poder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias