Candidato à presidência da Câmara foi alvo de tentativa de assalto

Deputado Eduardo Cunha O carro do deputado Eduardo Cunha (RJ), líder do PMDB e candidato à presidência da Câmara, foi atingido por um tiro em uma tentativa de assalto, segundo o parlamentar, no dia 3 de janeiro. Cunha contou que estava no banco do carona, parado em um engarrafamento na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca (Zona Oeste), quando o assaltante parou ao lado do motorista, em uma moto. Como o carro, um Tuareg, é blindado, eles não abriram a porta ou a janela. O assaltante atirou e fugiu em seguida. Cunha descartou qualquer motivação política. “Aconteceu à luz do dia, por volta das 18 horas. Muitos assaltos têm acontecido naquela região, quando os carros ficam presos no engarrafamento. O homem na moto foi em cima do motorista. Não reagimos, então ele deu um ou dois tiros, mas o carro é blindado e ninguém ficou ferido”, disse Cunha. O deputado não registrou a tentativa de assalto na polícia, mas comunicou o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). “Falei logo com o governador para evitar qualquer tipo de especulação. Houve uma tentativa de assalto”, afirmou.

Eduardo Cunha


Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *