Penso, logo existo...

A campanha de rua tem que parar

Já alertei aqui no blogue do Xerife: Manaus, um dos primeiros epicentros do novo coronavírus no Brasil, vive uma segunda onda de casos, segundo pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O governo do Amazonas determinou, desde a sexta-feira (25), o fechamento de bares e casas noturnas após constatação de aumento de infecções. E a campanha política? As aglomerações devem ser proibidas. A Justiça Eleitoral deve tomar uma providência e proibir comícios, carreatas e passeatas. Ou qualquer tipo de manifestação. Uma segunda onda poderá ser desencadeada em Natal (RN) e cidades do interior. Notícias já foram dadas de que Hospitais de Campanha estão sendo desativados.

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *