Segunda Turma do STF solta Jorge Picciani

A Segunda Turma do STF acaba de conceder habeas corpus a Jorge Picciani, para converter a prisão preventiva do ex-presidente da Alerj em prisão domiciliar.

Dos três ministros presentes, Dias Toffoli e Celso de Mello votaram por permitir a prisão domiciliar no caso de doença grave – o deputado estadual, segundo sua defesa, sofre de câncer de próstata. Edson Fachin foi voto vencido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias