Salim Mattar afirma que invasão à bolsa de valores foi um ‘ato antidemocrático’ e que ação violou o artigo 5º. da Constituição

Ex-secretário de Desestatização do Governo Bolsonaro, o empresário Salim Mattar foi às redes sociais neste sábado (25) para cobrar respostas das autoridades sobre a invasão feita pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) à B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, na quinta-feira (23).

“Aquela invasão à bolsa de valores aplaudida por parte da esquerda é um ato antidemocrático e uma violação ao artigo 5º. da Constituição. Estou aguardando o que ‘as autoridades’ vão fazer”, tuitou.

Guilherme Boulos (Psol), líder do MTST, já disse que as invasões não devem parar por aí: “Essa foi uma primeira ação de um conjunto que o MTST deve fazer”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias