Rosalba: “Não podemos deixar que o Seridó seja transformado num deserto”‏

Ao participar do seminário Eleições 2010: Um voto pelo desenvolvimento sustentável do Seridó, promovido pela ADESE – Agência de desenvolvimento sustentável do Seridó e a Diocese de Caicó, a candidata ao governo do Estado, Rosalba Ciarlini, se comprometeu em fazer um gasoduto para região, por entender que o gás trará desenvolvimento para o Seridó de forma sustentada, e, com isso, atrairá emprego para região do Semi-Árido. Estudos recentes apontam que se nada for feito, em 40 anos, a região virará um deserto. “Não se pode ter conhecimento de uma informação séria como essa, que o Seridó corre o risco de virar um deserto, e não se fazer nada. Eu me comprometo em fazer o gasoduto”, afirmou.

“Não podemos deixar que o Seridó seja transformado num deserto. O governo tem que atuar de forma decisiva, criando uma energia alternativa, para as empresas. Eu insisto no gasoduto, apesar de alguns estudos indicarem o elevado custo como um empecilho. Eu não concordo porque custo alto é deixar o Seridó virar um deserto”, disse.

Rosalba lembrou que o Seridó tem a pecuária como uma importante atividade econômica. É no Seridó que se concentra a segunda principal bacia leiteira do Estado. “Isso já é mais um motivo para se ter atenção devida a região com políticas dinâmicas de desenvolvimento sustentável”, disse.

Na visão de Rosalba um governo precisar governar para as futuras gerações, foi assim que ela governou Mossoró, que hoje é considerada uma das metrópoles do futuro. “Com o gasoduto será possível criar um polo comercial que será um marco na região, onde o artesanato, o garimpo a culinária terá valor agregado e dará oportunidade às pessoas e assim criará um RN igualitário, porque o RN é um só”, destacou.

Em sua fala o bispo da diocese, dom Delson, afirmou que o gasoduto é fundamental para região que abriga mais de 300 mil pessoas, mas que só é possível sua concretização com ajuda do governo.

Rosalba disse ainda que quando prefeita de Mossoró, os estudos também diziam que o gasoduto não era viável, porque na cidade não possuía indústria, e que mesmo assim ela foi atrás e fez. E saliente: “Hoje Mossoró conta com mais de 30 indústrias e que segundo a revista Veja, a cidade é considerada uma das metrópoles do futuro”, disse.

5 respostas

  1. É isso aí Rosalba. O Rio Grande do Norte, em especial o Seridó, precisa de gente grande, pensando grande, como vovê. Ha anos, o meu amigo, ex-prefeito de Caicó, Dr. Chiquinho, ja comentava comigo essa preocupação de o Seridó virar deserto. Alguém precisava fazer algo. Será você. Parabéns.

  2. caro amigo! voce ja viu ou ouviu esta senadora falar no congresso nacional algo sobre o serido? porque é que agora ela vem falar que vai se preoculpar com a desertificaçao do serido? agora é tarde pois esse nosso problema é de muitos anos atraz e nem voce, ze agripino e garibaldi nunca moveram uma palha la em brasilia… com essa sua incoerencia agora sobre esse tema tu vai é começar a descer a ladeira sua falsa

  3. Não se falou das condições dos fornos que sejam mais eficientes, para queimas das lenhas, forma de empilhamentos para lenhas que não percam sua qualidade e quantidade enegértica da biomassa, sobre a argila, sobre estufas para secagem da argila, que é matéria prima principal, reapoveitamentos dos restos de telhas e tijolos quiemados, poder para os ceramistas montar uma infraestrutura para suas cerâmicas, ou seja, construir fornos eficientes, estufas para secagem das argilas, melhoria para empilhamentos das lenhas, aquisição de EPI para os trabalhadores, construção de restaurantes para os trabalhadores nas cerâmicas, e negociações das dividadas dos cerâmistas, tudo isto com juros baixos. O Banco do Nordeste pois 13 bilhões, para investimentos em Planos de Manejo Florestal Sustentável da Caatinga, para trabalhar racionalmente a Caatinga. Por que ela não falou da Serra de Sant’ana, onde existe um plantio de Eucalipto, que era para processa o ferro gussa em Currais Novos, estava lá parado, onde existe um área de assentamento, onde realizei um trabalho para o SEBRAE, SENAR E INCRA, madeira exôtica, por que ela não falou da energia heólica que poder ser uma forte limpa, e a Serra de Sant’ana tem esse potencial. O dinheiro para investimento do gasoduto é muito alto, não compessa, dá para ser realizado um investimento para reestruturação do setor que utilizam a biomassa, com tudo isto que falei anteriomente.
    Tarcísio Catarina
    Eng.º Florestal

  4. Como Rosalba está desinformada…
    O Seridó não é “a segunda principal bacia leiteira do Estado”, Caicó e Currais Novos são “a principal bacia leiteira do RN”.
    Por acaso, quem ela pensa que é a primeira?!
    Pode dar um conferida no site do Idema…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Categorias