Ronco aumenta risco de problemas de comportamento na infância

Um estudo realizado com mais de 11 mil crianças ao longo de seis anos constatou que transtornos de respiração ao dormir podem gerar problemas de comportamento, segundo um artigo publicado nesta segunda-feira (5) pela revista “Pediatrics”.

De acordo com os pesquisadores da Faculdade de Medicina Albert Einstein, da Universidade Yeshiva, em Nova York (EUA), entre os transtornos de comportamento vinculados aos problemas de respiração se encontram a hiperatividade e a agressividade, ao lado de outros problemas emocionais.

“Este estudo proporciona as provas mais consistentes, até o momento, de que transtornos como ronco, respiração pela boca e a apneia podem ter consequências de conduta e emocionais em crianças”, afirmou a principal autora da pesquisa, Karen Bonuck.

“Os pais e os pediatras deveriam prestar mais atenção na ocorrência de transtornos na respiração das crianças enquanto elas dormem, talvez desde o primeiro ano de vida”, acrescentou Karen.

Estes transtornos costumam atingir crianças entre dois e seis anos, mas também ocorrem em idades menores.

Aproximadamente uma em cada dez crianças ronca regularmente, e entre 2% a 4% têm apneia, segundo a Academia Americana de Otorrinolaringologia. Entre as causas mais comuns destes transtornos estão o tamanho excessivo das amígdalas e adenoides.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Micarla de Sousa: saída lusitana

Deu em IstoÉ: Ameaçada de impeachment e enfrentando uma revolta popular em Natal, a prefeita Micarla de Sousa(PV) encontrou uma saída para escapar dos problemas.

Leia Mais

Vaias para Lula!

Os petistas estão preocupados com o volume de vaias que Lula vem recebendo em locais públicos”, diz Ascânio Seleme, de O Globo. “São mais vaias

Leia Mais