Rio Piranhas permanece sendo poluido

Cadê o Idema – Instituto de Defesa do Meio Ambiente, do Rio Grande do Norte?

Sucumbiu à força dos poderosos proprietários de tecelagens de Jardim de Piranhas? Só teve arranco feito carro velho?

Andou em Jardim de Piranhas, notificou, intimou, foi embora e não mais voltou.

Enquanto isso…

O Rio Piranhas continua barbaramente sendo poluído pelas fábricas.

O Rio Piranhas tem hora para morrer! Não vai demorar muito!

Entender como é tratada a questão ambiental em Jardim de Piranhas não é tarefa fácil.

Com a palavra do Idema.

5 respostas

  1. COMO É Q VC TEM CORAGEM DE POSTAR UMA REPORTAGEM SE NÃO TEM CORAGEM DER PUBLICAR OS COMENTÁRIOS. DEIXE DE LERO POIS, QUEM ENGANA CRIANÇA É XUXA, PERCA O MEDO DE BATER DE FRENTE COM OS POLUIDORES DO NOSSO QUERIDO RIO PIRANHAS.
    PASSAR BEM.

  2. Mim comove a sua preocupação com nosso rio piranhas, Parabens.so não entendo porque que você não teve o mesmo enteresse em relação ao rio seridó que corta caicó e é totalmente poluido,vamos tambem procurar os poluidores do rio seridó.

  3. Falta às autoridades dar apoio ao Idema e à população e não aos empresários. Não adianta multá-los, pois o “lobby” junto a algumas autoridades é poderoso e dificilmente as multas são pagas e o Rio Piranhas continua sendo poluído.
    A atividade econômica é importante, já que é geradora de emprego e renda, mas é perfeitamente possível desenvolvê-la com menor impacto ambiental.
    Acordemos enquanto há tempo, pois o que será de Cidades como Jucurutu, Jardim de Piranhas e outras mais sem esta dádiva que é o Rio Piranhas.

  4. Taí, Xerife, gostaria de ver a Igreja engajada na luta pela defesa do meio-ambiente.
    A igreja tem muita força e influência e, certamente, faria a diferença.
    Com a palavra o Arcebispo Metropolitanto, D. Matias, e o bispo de Caicó, D. Delson. E todos os integrantes do clero do Seridó.
    A vida agradece.

  5. Não é de se esperar, nessa região do estado nada é feito com planejamento, falta uma equipe de arquitetos e urbanistas, pra desenvolver projetos sustentáveis quanto ao fim dos dejetos tóxicos e lixo, não se vê preocupação com isso mesmo, aliás, faltam equipes para desenvolver e pôr estímulo em buscar novas alternativas pro crescimento da economia local, criação de lazer democrático para a sociedade, projetos em educação e incentivo a cultura (essa por vez que está indo por água abaixo),enfim, faltam mais pessoas pra pensar junto com a organização da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Prefeitos que não convencem

Em suma, minhas caras, meus caros, convém a gente considerar a realidade tal e qual ela se mostra. Nenhum prefeito do Seridó – ou praticamente

Leia Mais