Relógios falsos são apreendidos com homem da mala de Aécio

Mendherson Souza era um ilustre desconhecido até o dia 17 de maio. Era apenas assessor parlamentar do senador Zezé Perrella. Ganhou notoriedade, porém, quando foi preso na Operação Patmos, deflagrada a partir da delação da JBS, por ter transportado o dinheiro destinado a Aécio Neves.

Frederico Paiva, primo de Aécio, foi quem buscou a grana com os delatores durante a ação controlada pela PF. Mas foi Mendherson o responsável por pegar a mala e fazer que ela chegasse ao seu destino final: a empresa Tapera Participações Empreendimentos Agropecuários, da família de Perrella.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias