Reforma da Previdência ficará para depois de impeachment e eleições

O Blog do Camarotti destaca que a avaliação pragmática feita por interlocutores do presidente em exercício Michel Temer indicam que a reforma da Previdência só terá condições de ser analisada no Congresso depois de a etapa final do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff e das eleições municipais, em outubro.

Há o reconhecimento no Palácio do Planalto de que neste momento o capital político de Temer é restrito. Avaliam também que se ele passar a negociar a reforma de Previdência quando precisará de votos para finalizar o impeachment de Dilma, as mudanças previdenciárias mais impopulares podem ser amenizadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias