Reajuste de 15,5% impactará 171,6 mil beneficiários de planos no RN

Mais de 171 mil beneficiários de planos de saúde individuais ou familiares do Rio Grande do Norte (RN) devem ser impactados com o reajuste de 15,5% autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) nesta quinta-feira (26). Em todo o país, 8,9 milhões de consumidores serão afetadas pelo aumento nos serviços de saúde. Em 2021, a ANS aprovou deflação de -8,19%, o que significou, naquele ano, redução nos valores vigentes.  O reajuste atual vale para o período de 1º de maio de 2022 a 30 de abril de 2023. No Rio Grande do Norte (RN), são 171.669 beneficiários em planos individuais ou familiares.

Aprovado com aval do Ministério da Economia, e autorizado por 4 votos a 1 durante reunião da diretoria colegiada da ANS, o percentual é tido como um teto, com as operadoras podendo aplicar os 15,5% ou qualquer percentual inferior. Este é o maior índice de reajuste já aprovado pela ANS, de acordo com os dados da série histórica da agência, iniciada em 2000. O maior até então tinha sido de 13,57%, em 2016. Para planos individuais e familiares, o aumento no valor depende de autorização prévia da ANS.

O argumento para um percentual tão significativo é que houve aumento das despesas das operadoras, puxado pelo maior número de procedimentos eletivos em 2021, por exemplo. “O trabalho da agência, a gente foca, acima de tudo, na sustentabilidade do setor, pensando obviamente no melhor para o consumidor, na estabilidade das relações. A viabilidade da manutenção do setor para dar continuidade, entregando às famílias as coberturas assistenciais contratadas”, disse o diretor-presidente da ANS, Paulo Rebello durante a reunião.

TN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias