Queima de arquivo no esquema do PT

Sergio Moro suspeitou que o assassinato de Roberto do PT, delator de um esquema de propinas para o partido, fosse o primeiro caso de queima de arquivo da Lava Jato.

O delegado que investiga o crime, entrevistado pela Veja, confirmou a suspeita:

“Roberto estava vendendo seu carro e queria comprar um veículo blindado. Por suas conversas com o pessoal da PF, fica claro que ele sabia de muita coisa. Seria natural, portanto, que esse arquivo fosse queimado. Os nove tiros evidenciam que foi uma execução”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias