‘Que o presidente seja feliz na escolha’, afirma decano sobre sucessor

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, negou que exista constrangimento com o vazamento da escolha do presidente Jair Bolsonaro para a sua sucessão. A aliados e na reunião ministerial desta terça-feira (6), Bolsonaro confirmou que apresentará o nome do atual advogado-geral da União, André Mendonça,  para suceder Marco Aurélio, que se aposenta no dia 12. “A mim, não (causa constrangimento). O ideal é que se tenha a vaga aberta. Mas não critico a iniciativa do presidente”, disse o decano.

Marco Aurélio classificou André Mendonça como um ‘bom nome’. “Que o presidente seja feliz na escolha, que passe pelo Senado, seja nomeado e tome posse. Bom nome, como existem outros no Superior Tribunal de Justiça, no Ministério Público Federal, como o doutor Aras”, afirmou, se referindo a outro cotado para integrar o Supremo, o atual procurador-geral da União, Augusto Aras.

No início de junho, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, recebeu o presidente da República na sede da corte, quando pediu que o nome do sucessor de Marco Aurélio, por cortesia, só fosse anunciado após a sua aposentadoria. Em 2020, Bolsonaro revelou a preferência pelo então então desembargador do Tribunal Regional Federal da Primeira Região Kassio Nunes para o lugar de Celso de Mello 12 dias antes da aposentadoria.

CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias