Quando querem fazer da prefeitura um negócio

É lamentável constatar que muitos pré-candidatos a prefeito veem a administração pública como um meio para recuperar suas finanças pessoais. Entre esses está Elídio Queiroz, pré-candidato a prefeito de Jardim de Piranhas (RN).

Segundo comentários na cidade, Elídio vendeu grande parte de seu patrimônio em Recife (PE) para retornar às suas raízes e tentar a sorte na política. Tal especulação levanta suspeitas sobre suas reais intenções, sugerindo que ele possa tratar a prefeitura como um negócio pessoal em vez de uma instituição a serviço do povo.

Candidatos com essa mentalidade deveriam ser excluídos da vida pública. A prefeitura é um patrimônio do povo, e sua administração deve ser conduzida com transparência e responsabilidade, sempre visando o bem-estar da comunidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias