Putin ordena que mercenários do grupo Wagner jurem lealdade

Dias após a derrubada do avião que levava o líder mercenário Yevgeny Prigozhin, o autocrata russo Vladimir Putin (foto) ordenou que os combatentes do Grupo Wagner assinem um juramento de lealdade ao Estado russo.

A determinação consta de decreto assinado na sexta-feira (25) e tem efeito imediato. A medida foi publicada no site do Kremlin e descreve o juramento como um passo para forjar os “fundamentos espirituais e morais da Defesa russa”.

Os mercenários deverão se comprometer a “seguir rigorosamente” as ordens de seus comandantes e líderes seniores da Rússia.

Na sexta, o governo russo disse que as “especulações ocidentais” de que Prigozhin teria sido morto sob suas ordens eram uma “mentira absoluta”.

Leia também a reportagem da revista Crusoé que relata a morte do líder do grupo mercenário, desafeto de Putin. 

O Antagonista

Uma resposta

  1. Ainda bem que o congresso foi emprestado ao Vladmir Putin para esse feito histórico. 😂😂😂😂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Categorias