Proposta de unificar ICMS dos combustíveis beneficia distribuidoras

77043729 Rio de Janeiro29 05 2018 Suite da greve dos caminhoneiros Na foto caminhoes de combusti v 1 Proposta de unificar ICMS dos combustíveis beneficia distribuidoras

A proposta do governo de unificar o ICMS dos combustíveis, adotando a chamada “monofasia”, mostra que tem gente da área econômica com o rabo preso com as distribuidoras de combustíveis. A proposta preserva a “margem” desses atravessadores, que encarecem em 16% o preço final para o consumidor, e obriga apenas as refinarias e usinas de etanol a produzir e a pagar imposto.

Enquanto isso, as atravessadoras ficam com o “lucro” de produtos aos quais não agregam qualquer valor. Nos debates sobre venda direta aos postos, distribuidoras só admitiam a medida após implantar a “monofasia” que o governo agora defende.

As distribuidoras adquiriram em 2009 resolução da “agência reguladora” ANP proibindo refinarias e usinas de venderem diretamente aos postos. Há 8 meses o Conselho Nacional de Política Energética ordenou a ANP o fim do cartório indecente, mas as bilionárias distribuidoras não deixam.

Diário do Poder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Arrume a mala aí

Se a senadora e candidata a reeleição Fátima Bezerra vencer mesmo as eleições deste ano no primeiro ou segundo turno, não importa, já serão duas

Leia Mais