Professores de Extremoz cadastram dedo do meio no ponto eletrônico

Insatisfeitos com o cadastro biométrico implantado pela Prefeitura de Extremoz para todos os servidores públicos municipais, alguns professores ligados ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública de Extremoz (Sinte) estão cadastrando o dedo médio como forma de protesto contra a implantação do ponto eletrônico. O cadastro foi iniciado na semana passada, sendo os servidores da educação os primeiros a terem a frequência registrada eletronicamente.

O tal ponto eletrônico tem sido motivo de resistência desde o início do ano por parte da categoria e já virou até caso de polícia. Foi na Escola Municipal Coronel José Franco Ribeiro, quando um relógio de ponto eletrônico que havia sido recém-adquirido teve o lacre rompido e a lente riscada. A Prefeitura abriu um processo administrativo para apurar quem foi o autor da ação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias