Professores da rede municipal de Natal (RN) mantêm indicativo de greve e defendem continuidade das aulas em formato exclusivamente remoto

Em assembleia virtual realizada nesta quarta-feira (14), educadores de Natal (RN) debateram o movimento grevista na Rede Municipal de Ensino. A discussão foi coordenada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (RN) (Sinte/ RN) e professores deliberaram por manter o indicativo de greve na capital e transferir a deflagração para 28 de julho, com paralisação de todas as atividades nos dias 16, 21 e 26 de julho.

A nova data prevista para início da greve considera o calendário letivo do município que prevê o retorno do ensino fundamental para o final do mês. Desse modo, a categoria voltará a se reunir em assembleia na quarta-feira (28).

Os trabalhadores discutiram ainda temas como como a carga suplementar; a deficiência de estrutura de algumas escolas, com falta de abastecimento de água e insegurança sanitária; a imunização contra a covid-19; e o descumprimento da Lei do Piso em Natal.

A categoria mais uma vez defendeu a continuidade das aulas em formato exclusivamente remoto, considerando a necessidade de completar o ciclo de imunização contra a covid, após as duas doses das vacinas, para que ocorra o retorno presencial.

Saiba Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias