Procurador-geral pede ao Supremo condenação de Cunha por 18 atos de corrupção

Em denúncia encaminhada ontem ao Supremo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede que o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja condenado por 18 atos de corrupção passiva e 321 de lavagem de dinheiro por envolvimento em desvio de recursos do FGTS gerido pela Caixa Econômica Federal. Além da condenação, a denúncia, que é a terceira apresentada por Janot contra Cunha, requer a perda da função pública e do mandato do parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

Robinson Faria não é covarde

Os chegadinhos da candidatura à reeleição de Robinson Faria começam a tirar o corpo de lado. Mera covardia. Subiu no barco vá até a reta final. Robinson

Leia Mais

A conta da pirataria

A Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF) estima que o país perde R$ 120 bilhões por ano em arrecadação de impostos e faturamento de

Leia Mais