Procissão de Sant’Ana de Caicó poderá não passar na Avenida Coronel Martiniano

Durante o programa “Falando por você” de hoje (20), na Rádio Rural AM, o padre Manoel Pedro Neto comentou uma determinação de que a procissão de Sant’Ana, que encerra os festejos da padroeira do Seridó, não poderia descer pela avenida Coronel Martiniano. Esse logradouro corresponde ao trecho urbano da BR 427 que vai até a divisa com o estado da Paraíba.

Por se tratar de uma rodovia federal, teria restrições à realização desses eventos de grande confluência de público. O sacerdote questionou a interferência do poder público numa tradição secular, além dos reflexos em outros grandes eventos promovidos no município. “E como ficará também o dia 07 de setembro, quando as escolas descem a avenida?”, questionou padre Neto.

2 respostas

  1. Xerife,

    É complicado.

    Certa vez íamos pra Maceió e esperamos mais de uma hora o término de um desfile do Sete de Setembro.

  2. Robson, desde o ano passado, há um procedimento administrativo na Procuradoria da República Federal, em Caicó-RN, tratando da não utilização da BR 427, em Acari-RN, para eventos noturnos, para não colocação de estruturas físicas sobre a pista, como também a determinação de que a Prefeitura Municipal apresente Plano de Ação para o desvio de tráfego (apresentação das vias para os desvios, com sinalização, cavaletes etc). Devido a aproximação dos eventos de junho e festas dos padroeiros de 2013, em Currais Novos, Caicó e Acari, os Prefeitos destas cidades estão convidados para reuniões na Procuradoria da República Federal para tratar sobre a segurança e o trânsito dos usuários de trafegam pelo rodovia federal, como também para aquelas pessoas que estejam participando de tais eventos (procissões, marchas, corridas etc). No quarta-feira que vem, dia 26 de junho, haverá reuniões com a Procuradora da República, PRF e representantes das Prefeituras de Caicó e Acari, nas quais, conforme já foi assegurado em relação à Currais Novos, a Prefeitura Municipal se responsabilizou totalmente quanto à segurança e sinalização de eventos como: as procissões de abertura e encerramento da Festa de Sant’Ana.
    Este procedimento tem como objetivo principal evitar acidentes (lembremos da catástrofe que ocorreu em Currais Novos, em 1974, quando mais de uma dezena de pessoas – que estavam numa procissão – foram atropelados e mortos). Outro objetivo é mostrar aos Prefeitos Municipais a necessidade da municipalização do trânsito, com agentes de trânsito municipais e melhor infra-estrutura viária dos municipios (com outras avenidas asfaltadas, além da rodovia federal), para melhor fluidez do trânsito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Temer não! Trump sim!

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se reunirá com o papa Francisco no fim do mês de maio, quando irá para a Itália para

Leia Mais