Prioridade do DEM no RN é eleição proporcional

agripino palestra

A Tribuna do Norte destaca que a prioridade do Democratas para ano no Rio Grande do Norte é a eleição proporcional. O partido já iniciou conversas com o PMDB e PR. A Assessores próximos o senador José Agripino Maia e os deputados federal Felipe Maia e estaduais José Adécio Costa, Leonardo Nogueira e Getúlio Rego têm demonstrado sintonia com o projeto político de descartar a candidatura à reeleição da governadora Rosalba Ciarlini e, com isso, fechar aliança com o PMDB.

As reuniões com esse tom já começaram e têm como coordenadores o senador José Agripino e o deputado Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB. Os líderes do DEM não acreditam nem mesmo que será necessário fazer prévia no partido, já que eles apostam na inelegibilidade da governadora Rosalba, que foi condenada pelo Tribunal Regional Eleitoral a ficar oito anos inelegível.

José Agripino Maia tem mantido conversas freqüentes com os presidentes do PR, deputado João Maia, e do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves. É explícito o distanciamento político do líder do DEM com a governadora Rosalba Ciarlini que, filiada ao partido, ainda tenta se viabilizar para a reeleição. A articulação do grupo de José Agripino é para formar uma chapa proporcional com o PMDB. A tese do bloco é que se a chefe do Executivo fosse candidata à reeleição criaria dificuldade para a chapa proporcional. Os deputados do DEM temem uma espécie de “contaminação” devido os índices de desaprovação da gestão Rosalba. Assessores próximos à cúpula do DEM apontam que a executiva avalia uma candidatura da governadora como prejudicial para a eleição da proporcional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias

Ele é uma piada!

Do senador Capitão Sryvenson Valentim: “Não sei mais quem usa drogas neste país. Parece que todo mundo está sob efeito de algo. Ninguém quer mais

Leia Mais