Pressão da Globo funciona e jornalista não é convocado para depor na CPI de Cachoeira

O colunista Jorgemar Félix, do portal iG, confirmou a informação postada pelo Brasil247, sobre a pressão exercida pelo empresário João Roberto Marinho sobre o PMDB para evitar a convocação do jornalista Policarpo Júnior, de Veja, pela CPI do Cachoeira. Leia:

”O empresário João Roberto Marinho, das Organizações Globo, conversou com o vice-presidente Michel Temer, há poucos dias, sobre a posição do PMDB na votação de requerimentos de convocação de jornalistas ou proprietários de veículos para depor na CPI do Cachoeira.

Marinho deixou bem claro sua discordância, evidente, sob a argumentação de que o fato abriria um precedente perigoso à liberdade de imprensa no país. Ele disse que esperava que Temer e o PMDB enfrentassem a fúria do PT nesta questão.

Foi o que o PMDB fez. Não unicamente por causa do pedido, mas porque já havia decidido comprar essa briga com seu aliado. Mas o PT credita tudo à Globo. Inclusive, a mensagem de celular enviada pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) ao governador Sérgio Cabral – flagrada pelo repórter-cinematográfico do SBT – dando conta de que “a relação [do PT] com o PMDB vai azedar na CPI” teve exatamente esse pedido de Marinho como maior motivo.”

Uma resposta

  1. Rui Barbosa dizia: Há tantos burros mandando em homens inteligentes que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciencia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias