Prefeitos têm dificuldades para contratar médicos no interior

atendimento medicoAposto os meus “eggs” com qualquer um. Pode até ser que como diz a máxima: toda regra tem exceção… pode ser que tenha!

Aposto que se qualquer prefeito de um município pequeno botar OURO (todo aparelhamento que for necessário) no hospital da cidade como um médico não aceita trabalhar num PSF ganhando SÓ R$ 18 mil reais mensais. Pode até passar um tempinho e depois pega o beco.

Os prefeitos encontram uma grande dificuldade para encontrar médicos para os municípios. Inclusive, os recém-formados.

Quem contou essa conversa ao blogue foi um ex-prefeito da região que inclusive é médico. Quando foi prefeito ele oferecia R$ 18 mil reais a um médico e não encontrava interessados.

8 respostas

  1. Xerife,
    não precisa R$ 18.000,00 pra levar médicos pro interior, basta que se tenha estabilidade e direitos trabalhistas, coisa que PSF nenhum oferece. O governo brasileiro prefere gastar com médicos estrangeiros a oferecer uma carreira de estado dignos pra nós. Basta de demagogia!!
    Se pra cada serviço público que funciona errado, fôssemos importar profissionais, então começaríamos importando políticos, juízes e sem falar nas demais profissões. Uma nova presidente, uma nova governadora já seria um ótimo começo! Que tal trazermos Angela Merkel?
    Xerife, não seja mais um atordoado pelas bobagens da presidente.

  2. primeiro, não só médicos cubanos, também português e espanhóis. Entretanto, o preconceito contra Cuba está falando mais alto.

    Além disso, quem mora no interior sabe da dificuldade de ter médicos e não é de hoje que os governantes falam da dificuldade de contratá-los, pois são muito caros e não querem ir para qualquer cidadezinha.

    O certo é que a utilização de médicos estrangeiros não é novidade em nenhum país civilizado. Inglaterra, por exemplo, tem 40% de médicos estrangeiros.

    A falta dessa mão de obra é um dos problemas para o Brasil. Então, que venham os cubanos, espanhóis e portugueses.

    Com certeza essa medida também terá reflexo na saúde privada onde os planos e as consultas são muito caros.

  3. Infelizmente, o senhor não sabe do que fala…
    É uma pena um jornalista emitir opinião sobre algo que não se preparou para discutir e criticar.
    Estou aberto à discussão.
    Obrigado.

  4. Infelizmente o corporativismo está falando mais alto.

    E o preconceito conta Cuba, conforme já foi citado acima, inclusive contra o próprio povo cubano.

    Ser contra ditadura e ditadores (Fidel, Pinochet, Stálin, Salazar, o da Coreia, da Albânia…) é uma coisa, ser contra o povo destes países, é outra.

    Menos, Dr. Gustavo.

    Repense, Dr. Gustavo, o seu ponto de vista e peça desculpa ao povo cubano.

    Já pensou, o senhor, se dissessem isso do povo brasileiro, por causa dos nossos políticos e juízes corruptos?

  5. Falar com alguém que não coloca nem o nome é difícil ,mas venha passar 30 minutos comigo no walfredo gurgel onde falta até soro e te mostro o que ta faltando no Brasil:vergonha na cara de quem diz que ta faltando médico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

maio 2022
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 
Categorias