Pré-candidata é condenada por propaganda irregular na internet

43b1c362-6bea-4b93-85d4-692cf0adae87O TRE-PE, por meio do juiz Coordenador da Propaganda Eleitoral, Clicério Bezerra e Silva, condenou Priscila Krause Branco ao pagamento de multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), com fundamento no § 3º, do art. 36, da Lei 9.504/97.

Ela também vai ter que retirar da internet quaisquer postagens patrocinadas que façam referência, implícita ou explicitamente, a sua pré-candidatura.

Priscila Krause foi acusada pelo Ministério Público Eleitoral de ter extrapolado os limites permitidos na fase de pré-campanha, pois utilizou propaganda paga no Facebook, através de “publicação patrocinada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Sem tiro no pé

A Rede não conseguiu colher assinaturas suficientes para emplacar uma PEC que incluiria um artigo na Constituição para permitir a imposição de medidas cautelares a

Leia Mais

Escaparam poucos

Do 1982 para cá, há 35 anos,  com exceção de Geraldo Melo e os vice-governadores de José Agripino, Radir Pereira e  Vivaldo Costa que assumiram

Leia Mais

Sai pra lá…!!!

O bispo diocesano de Caicó Dom Antonio Carlos Cruz Santos parece que se distanciou mais do padre que tem nome parecido com vodca, Ivanoff. Pelo

Leia Mais