Por abuso de poder político, Fátima enfrenta pedido de cassação de registro de candidatura

A coligação Trabalho e Superação, que tem por candidato majoritário o governador Robinson Faria, ingressou nesta sexta-feira (5) com ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) em que pede a cassação do registro de candidatura de Fátima Bezerra por abuso de poder político.

O pedido tem por base o material apreendido na busca e apreensão de que foi alvo o comitê de campanha da senadora, na semana passada. Para os advogados da coligação, restou configurada a conduta na medida em que os candidatos do PT continuaram usando a figura de Lula mesmo com o impedimento da Justiça sobre o tema.

Procurada, a defesa da coligação Do Lado Certo, de Fátima Bezerra, não tinha ciência da ação até a publicação desta reportagem e pediu tempo para formular uma resposta.

Argumento

De acordo com os advogados da coligação do governador Robinson Faria “para alavancar sua candidatura, Fátima Bezerra se beneficiou de promoção pessoal, realizada de forma massificante, através de ligação direta de sua imagem à imagem de Lula como candidato à Presidência da República, mesmo após o dia 11 de setembro de 2018, data em que houve requerimento de substituição de candidatura de Lula, por Fernando Haddad”, argumentam os advogados”

A defesa também cita ainda as denúncia do aplicativo Pardal. Segundo informaram, em um único dia, o Ministério Público Federal notificou à Justiça Eleitoral 50 denúncias de distribuição de material irregular com Lula sendo apresentado como candidato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

novembro 2021
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930 
Categorias

Entra o PHS e sai o PCdoB

Mesmo liderando as pesquisas para o Governo, a senadora Fátima Bezerra (PT) tem dificuldades para atrair aliados. Conseguiu o apoio do PHS, que indicará a

Leia Mais