Policial penal do RN é ameaçada de morte por combater o crime organizado

A policial penal Vilma Batista vem sendo constantemente ameaçada de morte por facções criminosas, inclusive, com um plano para a execução dela tendo sido descoberto em uma unidade prisional. Voz ativa no combate ao crime organizado, a PP é alvo justamente por ser enérgica ao lutar contra retrocessos e pela manutenção da ordem e disciplina no Sistema Prisional.

No plano de execução descoberto recentemente, bandidos de uma facção do Rio Grande do Norte deram o comando de dentro de um presídio para que integrantes do grupo do lado de fora matassem Vilma Batista e o chefe do Pavilhão 5 de Alcaçuz. Eles chegaram a detalhar a execução, definindo que a arma usada fosse um fuzil AK-47. Outro detalhe é que a própria Secretaria de Administração Penitenciária já tinha conhecimento desse plano, mas os dois alvos não foram informados pela SEAP.

Com mais de 20 anos de atuação na Segurança Pública do RN, Vilma encara essas ameaças com a mesma força e coragem que permeiam sua trajetória de vida. Esta, aliás, não é a primeira vez que esse tipo de ameaça acontece.

“Nunca me calei diante de ataques, perseguições, injustiças ou ameaças. Portanto, não será dessa vez que vou me calar. Pelo contrário, serei ainda mais atuante na defesa da sociedade contra os marginais que tiram o sossego do trabalhador, levando insegurança e violência ao dia a dia do potiguar”, afirma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias