Polícia Federal investiga desvio de R$ 100 milhões do Banco do Nordeste

Após ser investigado, no auge do mensalão, por envolvimento no caso dos “dólares na cueca”, o Banco do Nordeste protagoniza um novo escândalo. Reportagem da revista “Época” informa que a Polícia Federal apura o desvio de mais de R$ 100 milhões da instituição financeira. As empresas dos cunhados do atual chefe de gabinete do Banco do Nordeste, Robério Gress do Vale, receberam em torno de R$ 12 milhões.

As irregularidades foram apontadas em relatório da Controladoria-Geral da União (CGU). O chefe de gabinete foi o quarto maior doador, como pessoa física, para a campanha eleitoral do deputado federal José Guimarães (PT-CE). Foi um assessor do parlamentar petista, quando exercia o cargo de deputado estadual, que foi detido, em 2005, com US$ 100 mil escondidos nas roupas de baixo, dinheiro que tinha origem em esquema de propina.

2 respostas

  1. O deputado não sofreu a punição justa e por cima, ainda foi eleito Deputado Federal. Vamos culpar o povo do Ceará

  2. Pelo amor de Deus e de Cristo. È uma atrás da outra, até quando nos Brasileiros que pagamos a maior carga tributária do mundo vamos aguentar essa POUCA VERTGONHA?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

dezembro 2022
DSTQQSS
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias