PMDB subscreve pedido para que Dilma perca direito a exercer função pública

dilma_choro

O PMDB decidiu apoiar e subscrever a ação que será protocolada hoje (2) pelos advogados do PSDB no Supremo Tribunal Federal pedindo que seja anulada a segunda parte do julgamento da presidenta Dilma Rousseff. O mandado de segurança a ser impetrado argumenta que ao ser condenada pelo Senado e perder o mandato, Dilma também deve ficar automaticamente inabilitada para assumir funções públicas por oito anos.

Ontem, os senadores do PT apresentaram um destaque para que essa decisão sobre a perda dos direitos da ex-presidenta fosse votada separadamente e ela foi absolvida na segunda votação.

A ação é assinada por PSDB, DEM, PPS e agora também pelo PMDB – que teve boa parte da bancada no Senado votando a favor de Dilma neste quesito. Segundo a assessoria do presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), a decisão de subscrever a ação é do partido e não tem relação com o governo de Michel Temer.

Uma resposta

  1. O PMDB e outros decidiram mudar de ideia após a forte repercussão negativa em todos os meios de comunicação. Foi clara a jogada política para tentar salvar Cunha no futuro, com medo de suas possíveis delações. O PMDB foi bonzinho? Contra outra reportagem, pois essa é tão ridícula que não se consegue terminar de ler.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias

Nenhuma novidade

A prefeita de Santa Cruz Fernanda Bezerra anunciou apoio a candidatura de Carlos Eduardo Alves. Nenhuma novidade. Ah! Tem uma! Disse que ele tem capacidade

Leia Mais