Plenário julga prestação de contas do PCO e do PV referentes a 2011

IMG_8972

Por maioria de votos, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desaprovaram a prestação de contas do exercício financeiro de 2011 do Partido da Causa Operária (PCO) Nacional. Também na sessão desta terça (28), o Plenário aprovou com ressalvas as contas do Partido Verde (PV) referentes a 2011. Ambos os processos foram relatados pelo ministro Henrique Neves.

Ao apreciar as contas do PCO, o relator destacou que as irregularidades correspondem a 52,70% dos recursos do Fundo Partidário, repassados à legenda naquele ano. Segundo ele, o partido não apresentou a documentação necessária para comprovar seus gastos. “Me parece que o mínimo de organização que se deve ter é guardar todos esses documentos para demonstrar como é que o dinheiro foi utilizado”, considerou.

Consideradas a gravidade e extensão das irregularidades, o ministro votou no sentido das contas serem desaprovadas, determinando a devolução ao erário da quantia de R$ 271 mil, a ser paga com recursos próprios, além da destinação de R$ 38,6 mil ao incentivo da participação feminina na política, sem comprometer o montante que a agremiação deve investir no próximo exercício financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

… E Temer vai teimar com Jucá

O presidente interino Michel Temer disse que o ex-ministro do Planejamento Romero Jucá, que pediu afastamento hoje (23), continuará auxiliando o governo no Congresso após

Leia Mais

A crise dos direitos sociais

Um ponto alto do encontro dos advogados, em Mossoró,será a palestra, amanhã, do consagrado constitucionalista Paulo Bonavides, 90 anos, de renome internacional, abordando o tema

Leia Mais