Pix só perde para o cartão na preferência dos brasileiros

O Pix, sistema de pagamentos instantâneos lançado em novembro pelo BC (Banco Central), só perde para os cartões na preferência dos brasileiros. A informação é da autoridade monetária.

Segundo dados publicados nesta 5ª feira (17.jun.2021) pelo BC, o Pix foi usado em 869,6 milhões de pagamentos no 1º trimestre de 2021. O dado supera todas as operações realizadas por meio de TED, DOC e cheque no período – 445,9 milhões, ao todo.

Com isso, o Pix só ficou atrás dos cartões em volume de pagamentos. O BC contabilizou 3,1 bilhões de pagamentos com cartão de crédito no 1º trimestre de 2021, além de 2,9 bilhões de pagamentos com cartão de débito e 1,4 bilhão de pagamentos com cartão pré-pago. Os dados do BC também mostram, contudo, que o uso do Pix cresceu no período, enquanto o uso do débito e do crédito caiu.

O BC ainda não tem os dados de uso dos cartões ao longo de abril e maio, mas mostra que o uso do Pix continuou subindo com velocidade nesse período. O sistema de pagamentos instantâneos brasileiros intermediou 393,8 milhões de pagamentos em março, 500 milhões em abril e 617,8 milhões em maio. Já o uso de boletos, TEDs, DOCS e cheques caiu nesse período.

Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Categorias