PF investiga uso de próteses dentárias para compra de votos na PB

csm WhatsApp Image 2021 02 11 at 08.27.34 2f7194223e PF investiga uso de próteses dentárias para compra de votos na PB

A Polícia Federal apura o uso de próteses dentárias, material de construção e dinheiro para compra de votos durante as eleições no município de Massaranduba, no Agreste da Paraíba. A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão, na manhã desta quinta-feira (11).

As ordens judiciais foram autorizadas pela 16ª Zona Eleitoral de Campina Grande.

Cerca de 20 policiais federais participaração da Operação Manilkra, nome científico da árvore Massaranduba, uma referência ao município em que foram cumpridas todas as medidas judiciais.

De acordo com a PF, a investigação começou após uma notícia de crime. Conforme o apurado, um candidato a vereador, mediante o auxílio de terceiros, teria oferecido, a eleitores, em troca de votos, benefícios tais como próteses dentárias, material de construção e dinheiro.

Os investigados podem responder pelos crimes de associação criminosa (art. 288 do Código Penal – Pena de reclusão de 1 a 3 anos) e compra de votos (art. 299 do Código Eleitoral – Pena de reclusão de até 3 anos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Ezequiel Ferreira é o único

Início de novembro é dada a largada para as articulações para a presidência da Assembleia. Por enquanto, o atual presidente, Ezequiel Ferreira (PSDB), é candidato

Leia Mais

Beto Rosado no grupo de risco

O deputado federal Beto Rosado (PP) está no grupo de risco para sua reeleição. A proliferação de candidatos é muito grande na região Oeste do

Leia Mais