Partidos convidam a Justiça Eleitoral a puni-los

IMG_7033Os depoimentos de delatores da Odebrecht ao ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral, levam à vitrine um subproduto que vai muito além do processo que pode resultar na cassação do mandato de Michel Temer e na decretação da inelegibilidade de Dilma Rousseff. As inquirições reforçam a sensação de que os partidos políticos brasileiros apodreceram. Além do PT de Dilma e do PMDB de Temer, os delatores acomodam no lixão partidário legendas como o PDT e até o PSDB, que é o autor da ação que o TSE terá de julgar.

Há hoje no Brasil 35 partidos formalmente registrados na Justiça Eleitoral. Há outros 40 na fila. Não há ideologia nesse fenômeno. Os partidos viraram um grande negócio. Transformaram-se em paraísos fiscais custeados por propinas, caixa dois e pelo déficit público. A lei prevê a punição de partidos picaretas. As penas incluem a perda do dinheiro do Fundo Partidário e a até cassação da legenda. Em vez de criar, a Justiça Eleitoral deveria começar a extinguir partidos. Com meia dúzia, o país estaria bem servido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

Lula virá ao RN em maio

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já tem viagem  marcada para o Rio Grande do Norte. A partir de maio ele fará uma viagem

Leia Mais