Papa defende o uso da ‘camisinha’ em ‘certos casos’

Uma das características da Igreja Católica, como se sabe, é a aversão a mudanças. Isso vem desde sempre, atravessa a história. No começo do século 16, a igreja preferiu emagrecer, expelindo fiéis, a atualizar-se. Surgiram numerosas igrejas cristãs dissidentes.

Pior: rendido às vicissitudes da vida, os católicos, em perfeita paz e excelsa glória, passaram a praticar a religião à sua maneira. Colocaram a consciência acima das determinações do Vaticano. Selecionaram os dogmas que desejam seguir. E fecharam os olhos para pontos cruciais da doutrina da Igreja.

Há católicos que admitem do uso de camisinha ao casamento informal, longe do altar. A maioria dá de ombros para a ideia de que a mulher tem de casar virgem. Em países como o Brasil, a Igreja é reformada na prática cotidiana dos fiéis. A mudança ocorre num lugar onde o olho do papa não chega: a alma dos católicos.

Vive-se uma santa farsa: a Igreja finge que controla o rebanho e as ovelhas fingem que são controladas. Sob esse contexto de hipocrisia, surgiu uma novidade. Chegou nas páginas de um livro. Coisa a ser lançada na próxima terça (23).

Reúne 20 horas de entrevistas do papa Bento 16 a um jornalista alemão: Peter Seewald. Questionado sobre o veto da Igreja aos preservativos, o papa disse: “Com certeza [a Igreja] não vê [o preservativo] como uma solução real e moral”. Na sequência, Bento 16 flexibilizou o verbo:

“Em certos casos, quando a intenção é reduzir o risco de infecção, pode ser, no entanto, um primeiro passo para abrir o caminho a uma sexualidade mais humana”. Como exemplo, Bento 16 citou uma prostituta que, ao usar o preservativo para se proteger, estaria dando “o primeiro passo para uma moralização”.

 Até aqui, a proibição do Vaticano aos métodos contraceptivos era geral e irrestrita. Admitia-se apenas a abstinência sexual. Ignorava-se até a Aids. Para entender o tamanho do passo ensaiado pelo papa, vale recuar aos séculos 17 e 18. Vivia-se o auge da chamada Revolução Científica.

6 respostas

  1. Xerife, para começar a Igreja não tem aversão a mudanças, o uso de camisinha não é mudança é retrocesso, o homem não é animal irracional, pode se abster do sexo, na espera de um amor seguro na vida conjugal. A defessa do uso de camisinha parte daqueles, que não querem ter liberdade, mais sim libertinagem. Não são católicos esse INFIEIS, que ajem como se não houvesse um Deus, um céu e um inferno. Por fim coloque as fontes desta entrevista, pois jamais a Igreja, em quanto instituição, usara de preservativo, seja qual for a intensão.

  2. Essa preoculpação do Papa é pertinente, já imaginou o comprade comendo a comade sem camisinha é muito sacanagem, o patrão comendo a empregada, o padre comendo a freira, o médico comendo a enfermeira e por ai vai.

  3. Esta é a vontade de Deus: a vossa santificação; que eviteis a impureza; que cada um de vós saiba possuir o seu corpo santa e honestamente, sem se deixar levar pelas paixões desregradas,…, pois Deus não nos chamou para a impureza, mas para a santidade. (I Tes 4, 3-7)

  4. Duvido muito dessa declaração do PAPA. Acho que se trata de uma distorção.

    Mas, se for verdadeira, o que NÃO ACREDITO, estamos deixando o relativismo entrar na Igreja.

    Se for verdade que o PAPA disse isso, O QUE NÃO ACREDITO, estamos diante de uma tremenda inversão de valores que fere de morte a ortodoxia Católica.

    Os conservadores e os verdadeiros cristãos, com base nos documentos da Igreja, jamais aceitaria um absurdo desses.

    O PAPA pode sofrer pressões por causa disso.

    Aliás, PAPA só é infalível em questões de fé e moral quando ele invoca o pronuciamento EX-CATEDRA. Uma entrevista ou um dizer “solto” do PAPA não representa nada de infalível, ou seja, ele pode errar nesses casos e nós podemos contestar, já que não foi um pronunciamento dogmático.

    Agora, repito, NÃO ACRDITO QUE O PAPA TENHA DITO ISSO. Acho que foi questão mal interpretada ou então sensacionalismo barato da imprensa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias