Operação prende 16 acusados de integrar quadrilha que fraudava o INSS

A Polícia Federal, o Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal fazem hoje (24) uma operação na região metropolitana do Rio de Janeiro para desarticular uma quadrilha acusada de desviar aproximadamente R$ 3 milhões da Previdência Social. Cerca de 160 policiais e técnicos da Previdência participam da ação, que visa a cumprir 17 mandados de prisão e 28 de busca e apreensão. Até o momento, 16 pessoas foram presas.

As investigações que culminaram nas operações Miragem e Caixa Preta foram iniciadas há um ano. De acordo com a PF, os acusados usavam o nome de pessoas que morreram em desastres aéreos para receber os benefícios do INSS.

Os acusados responderão pelos crimes de estelionato, inserção de dados falsos em sistema de informação, falsidade ideológica, falsificação de documento público e formação de quadrilha, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

maio 2022
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 
Categorias